COBERTURA ESPECIAL - Tank - Terrestre

05 de Junho, 2015 - 10:50 ( Brasília )

Colômbia sedia conferência regional de veículos blindados


English version

Santiago Wills


A Colômbia se prepara para sediar a 4ª Conferência Anual de Veículos Blindados da América Latina ( www.armouredvehicleslatinamerica.com/more ), um encontro regional organizado pela publicação militar baseada em Londres Defense IQ. O evento contará com debates e painéis com militares da ativa e da reserva de mais de seis países latino-americanos.

A conferência, que será realizada de 30 junho a 1 julho em Bogotá, vai destacar as diferentes perspectivas e utilização eficaz de blindados na região, com foco não apenas na guerra convencional mas também nas suas capacidades operacionais e vantagens em tempos de paz. A aquisição e a sustentabilidade de viaturas blindadas na América Latina também serão discutidas, além de treinamento.

Um grupo diversificado de palestrantes

Os palestrantes inscritos incluem cinco generais de brigada, três generais, três coronéis e vários outros oficiais superiores do Brasil, Chile, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Peru e Estados Unidos. As palestras vão abordar desde o uso de viaturas blindadas para missões de manutenção da paz e ajuda para desastres no Chile e na Colômbia, ao mais recente 6x6 do Exército Brasileiro e as vantagens da utilização de blindados em operações conjuntas de força-tarefa. Militares e funcionários do governo colombiano e de países da região poderão solicitar passes de convidado VIP.

“Temos uma grande diversidade de pessoas falando sobre o uso em operação ou sobre a quantidade de blindados necessários em um ambiente urbano” , diz Sophie Stewart, diretora da Conferência de Veículos Blindados América Latina 2015. “Teremos debates técnicos sobre mobilidade, proteção, poder de fogo, as capacidades de combate noturno, e também teremos a possibilidade de contato direto com diferentes países para falar sobre o compartilhamento de experiências.”

Desde a primeira conferência internacional de veículos blindados em 2002, o evento tem atraído militares, expositores, jornalistas e acadêmicos de todo o mundo. Europa Ocidental e Oriental, África, Ásia, Oriente Médio e América já sediaram eventos regionais por vários anos. A primeira conferência da América Latina ocorreu no Brasil em 2012, com o incentivo dos Fuzileiros Navais do país. O encontro foi realizado com sucesso mais duas vezes antes da edição 2015 em Bogotá.

Os gastos militares anuais da Colômbia quase duplicaram entre 2000 e 2010, e a despesa deverá aumentar de US$ 7,5 bilhões em 2015 para US$9,4 bilhões em 2019. Uma parte significativa desses recursos pode ser destinada a atividades não relacionadas a conflitos, como patrulhamento de fronteiras e operações antinarcóticos, situações em que veículos blindados têm potencial comprovado.

O país já gastou mais de US$ 50 milhões nos últimos anos em um processo de modernização, e os analistas antecipam que os investimentos em veículos blindados aumentarão até o final da década. Uma tendência semelhante é prevista para o restante da América Latina, de acordo com o Relatório 2015 do Mercado Global de Veículos Blindados da Defense IQ.

A conferência em Bogotá, que será presidida pelo General de Brigada (R) Victor J. Alvarez Vargas, ex-inspetor geral das Forças Armadas da Colômbia, deve contar com mais de uma centena de participantes, diz Stewart.

“É muito mais do que ficar em uma sala por dois dias e ouvir as apresentações de PowerPoint” disse ela. “É uma oportunidade para sentar-se durante dois dias com seu colega de outro país para discutir colaborações futuras.”