COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Tecnologia

29 de Janeiro, 2013 - 12:42 ( Brasília )

Criada a Astrium Brasil

Astrium 2012: um ano de sucessos e de transformação

Em sua primeira coletiva imprensa do ano, o CEO da Astrium, François Auque, anunciou que a empresa líder da indústria espacial europeia gerou uma receita estimada em 5,8 bilhões de euros em 2012, e um aumento de 7% excluindo-se os fatores não-recorrentes e de 17% em comparação ao ano anterior com a contribuição da Vizada. As novas demandas da Astrium em2012 totalizaram 3,8 bilhões de euros, um aumento alcançado mesmo em meio a uma forte concorrência ainda maior no mercado.
 
A Astrium também comprovou ainda mais a sua confiabilidade como principal empreiteira do lançador europeu Ariane 5, com sete lançamentos bem sucedidos em um ano, incluindo o ATV-3 "Edoardo Amaldi", elevando para 53 o número de lançamentos consecutivos bem sucedidos.

Nove satélites construídos pela Astrium foram também lançados em 2012. Quatrosatélites de telecomunicações (Yahsat 1B, Astra 2F, Eutelsat 70B e o satélite militar britânico Skynet 5D), os dois últimos satélites Galileo IOV (In-Orbit Validation), o MetOp B, SPOT 6 e o segundo satélite da constelação Pléiades, para o qual a Astrium Services é a operadora comercial exclusiva e distribuidora de imagens de alta e altíssima resolução que são entregues em tempo recorde.
 
Além disso, a Astrium garantiu um número de contratos relevante. Isso inclui a construção de dois satélites de telecomunicações para o operador russo RSCC, dois novos satélites Grace para a NASA, a missão Solar Orbiter da Agência Espacial Europeia (ESA), e um acordo de suporte (through-life support agreement) para aHélios com a agência francesa de aquisições de defesa (DGA), bem como o projeto Comsat NG para o estudo das próximas gerações de satélites militares franceses de telecomunicações.
 
"Não somente mostramos que podemos ganhar contratos em um ambiente econômico especialmente competitivo, como também esses contratos apontam para um futuro brilhante para a Astrium, confirmando como fazem a nossa capacidade de crescer em novos mercados, tanto na Europa como no resto do mundo ", comentou o CEO da Astrium François Auque. "Os contratos  alcançados pela Astrium Services, incluindo aqueles com HarrisCapRock e SES Astra nos permitirá oferecer novos serviços de telecomunicações para os nossos clientes em todo o mundo após a integração da empresa de serviços de comunicações por satélite Vizada, enquanto os lançamentos bem sucedidos dos satélites SPOT 6 e Pléiades 1B mostram que nós já estamos em uma posição para prestar serviços únicos de observação da Terra. Essas conquistas nos encheram de confiança e entusiasmo na medida em que avançamos para 2013 e mostram que o nosso plano de transformação AGILE está dando frutos ".
 
O próximo anoverá a entrega de seis lançadores Ariane 5, o contínuo desenvolvimento dos novos lançadores Ariane 5 ME e Ariane 6, o lançamento do quarto ATV e o desenvolvimento do Módulo de Serviço para Veículos de Tripulação com Múltiplos Propósitos (MPCV-SM) para a cápsula Orion da NASA.

Quatro satélites de telecomunicações (Astra 2E, SES 6, Alphasat I-XL e Astra 5B) e cinco satélites de observação da Terra (SPOT 7, três satélites Swarm e o satélite vietnamita VNREDsat-1) também serão lançados, enquanto o grupo continuará a seguir em frente com os seus planos de expansão internacional e o desenvolvimento da Astrium Services.   

Auque acrescentou: "Além de consolidar a nossa posição nos sistemas de telecomunicações do governo, nós também vamos aumentar a nossa presença nas telecomunicações comerciais e marítimas e em serviços de geoinformação. A criação de várias subsidiárias em todo o mundo em 2012 nos permitirá expandir nossa presença internacional, mantendo as raízes europeias sólidas. "
 
Em 2012,a Astrium criou a Astrium Américas para comercializar seus produtos e expertise na América do Norte, e também instalou a Astrium Brasil e a Astrium Cingapura.
 
Um acordo dejoint-venture com a empresa industrial russa RSC Energia foi assinado no final de dezembro de 2012, para o desenvolvimento conjunto de satélites e equipamentos de satélite.
 
Sobre a Astrium
Astrium é a empresa número um em tecnologias espaciais na Europa e a terceira no mundo. Em 2011, a Astrium obteve uma rotatividade de quase €5 bilhões e 18 mil funcionários no mundo inteiro, especialmente na França, Alemanha, Reino Unido, Espanha e Holanda.

A Astrium é a única empresa europeia que cobre toda a gama de serviços e sistemas civis e de defesa. Seus três principais negócios são: a Astrium Space Transportation de lançadores e infraestruturas orbitais; a Astrium Satellites de foguetes e segmento terrestre (para recepção de sinais na estação de terra); a Astrium Services de soluções abrangentes e completas (end-to-end), fixas e móveis, cobrindo redes e satélites de comunicações seguros e comerciais, equipamento e sistemas de transmissão de comunicação via satélite de alta segurança, e serviços personalizados de informações geográficas no mundo inteiro.

A Astrium é uma subsidiária de propriedade exclusiva da EADS, líder global em serviços relacionados à defesa e aos espaços aéreos. Em 2011, o grupo formado pela Airbus, Astrium, Cassidian e Eurocopter gerou receitas de € 49,1 bilhões de euros e empregou uma força de trabalho de mais de 133 mil pessoas.