COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Tecnologia

23 de Maio, 2018 - 09:50 ( Brasília )

SpaceDataHighway: 10 mil conexões a laser bem-sucedidas – Confiabilidade de 99,8%


O sistema SpaceDataHighway - a primeira “fibra ótica no céu” do mundo, baseada na tecnologia de ponta em laser - alcançou 10 mil conexões bem-sucedidas. A taxa de confiabilidade atingiu 99,8% e, durante o primeiro ano e meio de operações de rotina, essas conexões baixaram mais de 500 terabytes de dados.

Os satélites do sistema são projetados para se conectarem a satélites de baixa órbita via laser e coletar seus dados enquanto viajam em órbitas terrestres baixas, fazendo a varredura da Terra. A partir de sua posição em órbita geoestacionária, o SpaceDataHighway atua como um repetidor, transmitindo as grandes quantidades de dados adquiridos por esses satélites de observação da Terra em tempo quase real a uma velocidade de 1,8 Gbit/s, em vez de os satélites armazenarem os dados a bordo até passarem pela suas próprias estação terrestre.

 

O estabelecimento das conexões a laser é controlado pelo Centro Operacional de Missão do SpaceDataHighway, que opera 24 horas por dia, sete dias por semana, nas instalações da Airbus perto de Munique, na Alemanha. Os operadores recebem solicitações de transmissão dos clientes, programam o segmento espacial e terrestre, além de monitorar o desempenho das comunicações.

 

“Embora 2017 tenha sido um ano de aceleração do sistema, chegamos a mais de mil conexões por mês em 2018 com um nível muito alto de confiabilidade”, disse Hughes Boulnois, Diretor do programa SpaceDataHighway da Airbus Defence and Space. “A quantidade total de dados transferidos é equivalente a cerca de 100 milhões de arquivos de música MP3, mas a capacidade de transmissão do SpaceDataHighway vai muito além disso”.

 

A cada dia, o SpaceDataHighway é capaz de retransmitir para a Terra até 40 terabytes de dados adquiridos por satélites de observação, veículos aéreos não tripulados ou aeronaves. Ele hoje é usado pelo programa Copernicus da União Europeia, mas suas capacidades podem ser usadas por muitos mais clientes.

 

Em 2019, o sistema também retransmitirá informações do módulo Columbus da Estação Espacial Internacional (ISS). A partir de 2020, os satélites Pleiades Neo começarão a usar o SpaceDataHighway.

A SpaceDataHighway é uma parceria público-privada entre a Agência Espacial Europeia e a Airbus, que hoje é proprietária e opera o sistema, com os terminais de comunicação a laser desenvolvidos pela Tesat-Spacecom e pela Administração Espacial Europeia DLR. O EDRS-A, o primeiro satélite de retransmissão do SpaceDataHighway lançado em 2016, oferece cobertura da costa leste americana até a Índia.

Um segundo satélite, o EDRS-C, será lançado em 2019 e duplicará a capacidade do sistema, além de ampliar a cobertura e a redundância do sistema. A Airbus pretende expandir o SpaceDataHighway com um terceiro node, o ERDS-D, a ser posicionado na região da Ásia-Pacífico.



A Airbus é líder mundial em aeronáutica, espacial e serviços relacionados. Em 2017, registrou faturamento de €59 bilhões de euros redeclarado dentro do padrão IFRS 15 e empregou cerca de 129 mil profissionais. A Airbus oferece a mais completa gama de aviões de passageiros de 100 a mais de 600 assentos.

A empresa também é a líder europeia no fornecimento de aviões-tanque, de combate, transporte e missão, bem como uma das empresas espaciais do mundo. Em helicópteros, a Airbus fornece as mais eficientes soluções em modelos civis e militares em todo o mundo.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Tank

Tank

Última atualização 20 JUN, 01:30

MAIS LIDAS

Especial Espaço