COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Tecnologia

27 de Setembro, 2011 - 09:50 ( Brasília )

Governo pode ter parceiro privado em satélite, diz ministro

Projeto vai ser discutido nesta segunda-feira em reunião com a presidente. Governo tem pressa, mas quer garantir transferência de tecnologia.

Fábio Amato

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse nesta segunda-feira (26) que o governo pode adotar uma parceria público-privada (PPP) para a construção e lançamento do seu satélite geoestacionário.

Segundo o ministro, a PPP é uma das possibilidades que serão apresentadas em uma reunião nesta segunda-feira no Palácio do Planalto com a presidente Dilma Rousseff para discutir o assunto.

“Nós já conversamos com a presidente, ela já sabe o que nós estamos trabalhando. O que vamos levar para ela é uma forma de trabalho para construir, comprar, o primeiro satélite geoestacionário nosso”, disse Bernardo.

“Há previsão de outros [satélites], então estamos tentando combinar a urgência que nós temos de lançá-lo com a necessidade também que nós temos de desenvolver e absorver tecnologia aqui no país.”

O satélite geoestacionário gira na mesma velocidade da Terra e fica "estacionado" sobre um mesmo ponto do planeta. Ele é utilizado em telecomunicação, meteorologia e, no caso do satélite público, um dos principais usos será também em comunicações militares.