COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Geopolítica

05 de Novembro, 2013 - 11:36 ( Brasília )

Índia inicia sua primeira viagem para estudar a superfície de Marte

A Índia tem planos de lançar em 2016 sua primeira missão espacial tripulada

A Índia lançou nesta terça-feira com sucesso sua primeira missão a Marte, uma meta ambiciosa que até hoje só havia sido alcançada por Estados Unidos e pela Europa, e que pode transformar esse país no primeiro da Ásia a chegar ao planeta. O lançamento do satélite que orbitará o planeta vermelho, retransmitido ao vivo pelas televisões locais, aconteceu às 14h38 (7h08 de Brasília) desde o Centro Espacial Satish Dhawan em Sriharikota, no estado sulista de Andhra Pradesh.

A aeronave Mangalyaan - veículo de Marte -, de 1.350 quilos, ficará na órbita terrestre até 1º de dezembro, quando começará sua viagem de 300 dias até o planeta, onde chegará em 24 de setembro de 2014, após percorrer 400 milhões de quilômetros. O veículo que orbitará ao redor do planeta vermelho leva cinco instrumentos para estudar a superfície, a topografia e a atmosfera de Marte, e vai se concentrar na busca de metano.?

"Esse é nosso modesto início nas missões interplanetárias", disse à imprensa local um porta-voz da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO, sigla em inglês), Deviprasad Karnik.

Com isso, a Índia se torna o sexto país que tenta chegar a Marte, missão realizada com êxito apenas pelos Estados Unidos, Rússia e União Europeia. O Japão, em 2003, e a China, em 2011, já haviam tentado sem sucesso chegar ao planeta vermelho.

A imprensa local ressaltou que, se a aeronave Mangalyaan chegar a Marte - o que até o momento só 23 das 40 missões realizadas conseguiram -, o país pode superar o poderoso vizinho chinês na corrida espacial. De acordo com dados do ISRO, a missão indiana, com custo de US$ 73 milhões, um décimo do valor de missões americanas semelhantes, foi desenvolvido durante 15 meses por mil cientistas.

O país asiático comemorou no ano passado 50 anos do início de seu programa espacial. Seu primeiro lançamento foi em 1975, quando enviou ao espaço o satélite Arybhatta, utilizando um foguete russo. Com 16 mil cientistas e um orçamento de US$ 1 bilhão, desde 1999, a ISRO, através de seu braço comercial, também coloca em órbita satélites estrangeiros.

A Índia, que enviou em 2008 sua primeira sonda lunar, tem planos de lançar em 2016 sua primeira missão espacial tripulada.

 



Outras coberturas especiais


Front Interno

Front Interno

Última atualização 17 FEV, 15:00

MAIS LIDAS

Especial Espaço