COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço

31 de Agosto, 2005 - 12:00 ( Brasília )

AEB negocia com delegação russa vôo do astronauta brasileiro à Estação Espacial


Sérgio Gaudenzi, presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), e Victor Remishevskiy, vice-diretor da agência espacial russa (Roscosmos), reuniram-se na manhã desta quarta-feira (31/08), na sede da Agência, para tratar de aspectos relativos ao vôo do astronauta brasileiro, o Tenente Coronel Marcos Pontes, à Estação Espacial Internacional (ISS).

A intenção do governo brasileiro é de que o astronauta viaje à ISS em abril de 2006 em uma nave russa. Para isto, integrantes da AEB e representantes da Roscosmos, que conta com uma delegação de oito especialistas, estão trabalhando na redação de um contrato preliminar, o qual originará um contrato principal, previsto para ser assinado até 1º de novembro.

"Temos a firme intenção de realizar o vôo com a Rússia e este será um marco muito forte no nosso relacionamento, que vem se estreitando a cada dia", ressaltou Gaudenzi. "2006 é um ano muito importante para nós, pois comemoramos o centenário do vôo de Santos Dumont com o mais pesado que o ar", assinalou. Espera-se que o Tenente Coronel Pontes inicie ainda em setembro o treinamento na Cidade das Estrelas, na Rússia, a fim de conhecer o funcionamento dos sistemas da nave russa Soyuz.

Marcos Pontes foi selecionado em 1998 pela AEB para se tornar o primeiro brasileiro a realizar uma viagem espacial. Desde então, seguiu para o Jonhson Space Center, em Houston, onde integrou uma turma de formação de astronautas na Agência Espacial Norte-Americana (NASA), sendo declarado astronauta em 2000.

Satélites

Durante o encontro ocorrido na AEB, a delegação russa demonstrou interesse em participar de uma licitação para o desenvolvimento do Satélite Geoestacioário Brasileiro (SGB), cujos estudos têm sido conduzidos pelo Ministério da Defesa e Ministério das Comunicações.