08 de Maio, 2013 - 09:30 ( Brasília )

SOF

Treinamento militar na selva ganha destaque no New York Times


Parte da “ambição brasileira de espalhar sua influência no mundo em desenvolvimento”, o Centro de Instrução de Guerra na Selva do Exército brasileiro ganhou destaque na capa do portal do jornal americano The New York Times nesta terça-feira. 

O correspondente Simon Romero esteve na base de Marechal Rondon, e relata o difícil treinamento de nove semanas que forma militares de elite, prontos para atender aos interesses geopolíticos do país, segundo o texto. “Nem Rambo conseguiria terminar este curso”, diz um dos entrevistados.

A reportagem, de título “Da selva, o Brasil quer aumentar seu alcance”, diz que o treinamento é parte do objetivo do Brasil de expandir sua influência na região. Isso é demonstrado pelo fato de que o curso tem sido oferecido a militares de países como Senegal, Angola, Argentina, Guiana, Suriname e França, a fim de “elevar o perfil [do Brasil] do outro lado do Atlântico”. “Treinar uma força militar vai permitir ao Brasil afirmar sua soberania sobre a região amazônica”, diz, além de ajudar a envolver o país em forças da ONU em outros países, como ocorreu no Haiti.