29 de Novembro, 2012 - 11:40 ( Brasília )

Segurança

HELIBRAS - 1º Esquilo para Polícia Civil do RS

Estado é um dos operadores mais antigos desse modelo

A Helibras entregou, nesta quarta-feira (28), um helicóptero AS350 B3e para a Polícia Civil do Rio Grande do Sul - a primeira aeronave a ser operada por essa corporação no Estado.

Ela foi entregue pelo Gerente do Mercado Governamental, Mauro Ayres, e foi recebida, em Porto Alegre, pelo governador Tarso Genro. A aquisição é decorrente da execução do Convênio número 11/2009 PRONASCI/ SENASP/MJ com o Estado do Rio Grande do Sul.

O B3e é a mais recente versão da família Esquilo, fabricado há 30 anos no Brasil e com recentes atualizações em seus componentes. O modelo traz motor Turbomeca Arriel 2D, de 952 shp ,além da configuração multimissão, com moderno sistema de comunicação e navegação, rádio policial, trem de pouso alto com degrau alongado, corta cabos, separador de partículas, 2 portas corrediças, guincho de salvamento para 204 kg, gancho de carga para 1400 kg, equipamento de combate a incêndio, farol de busca com 30 milhões de candelas, kit rappel para lançamento por ambos os lados da aeronave, duplo comando, assentos anti-crash para os pilotos, assentos operacionais para tropa, maca dobrável para resgate, pintura de alta visibilidade das pás dos rotores, entre outros equipamentos destinados às atividades da Polícia Civil.

O Rio Grande do Sul é um dos parceiros mais antigos da Helibras e opera duas aeronaves Esquilo desde 1981, por meio da Brigada Militar do Estado.  

A família Esquilo está há mais de 35 anos no mercado e é um dos principais modelos vendidos em todo o mundo. As aeronaves somam mais de 22 milhões de horas voadas. Na mais recente versão, AS350 B3e, cinco unidades já operam no Brasil, entre eles, o da Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul.

Sobre a Helibras

A Helibras é a única fabricante brasileira de helicópteros. A empresa é associada ao Grupo Eurocopter, maior fornecedor mundial do setor, controlado pela EADS - European Aeronautic Defence and Space Company. Com participação superior a 50% na frota brasileira de helicópteros a turbina, a Helibras está em atividade no Brasil desde 1978 e mantém instalações em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Sua fábrica, que emprega mais de 700 profissionais e tem capacidade de produção de 36 aeronaves por ano, está localizada na cidade de Itajubá (MG), onde são produzidos diversos modelos que atendem aos segmentos civil, governamental e militar. Desde sua fundação, a Helibras já entregou mais de 600 helicópteros no Brasil, sendo 70% do modelo Esquilo. Em 2011, a empresa teve um faturamento de R$ 288 milhões. Mais informações: www.helibras.com.br

Sobre a Eurocopter e a EADS

Fundado em 1992, o grupo franco-alemão-espanhol Eurocopter é uma divisão do Grupo EADS e emprega aproximadamente 20 mil pessoas. Em 2011, a Eurocopter confirmou sua liderança mundial na fabricação de helicópteros com um volume de negócios de € 5,4 bilhões, encomendas de 457 novos helicópteros e 43% de participação de mercado nos segmentos civil e governamental. Os helicópteros do Grupo são responsáveis por 33% da frota mundial nos mercados civil e governamental. A forte presença internacional da Eurocopter é garantida por suas subsidiárias e participações em 21 países. Sua rede mundial de centros de serviços, de treinamento, distribuidores e agentes certificados oferecem suporte a cerca de 2.900 clientes. Atualmente, há mai s de 11,3 mil helicópteros Eurocopter em operação em 149 países. A Eurocopter oferece a maior gama de helicópteros civis e militares do mundo e está totalmente comprometida com a segurança, sendo este o aspecto mais importante de seus negócios.

A EADS é líder mundial nos segmentos aeroespacial, de defesa, segurança e serviços relacionados. Em 2011, o Grupo, que inclui a Airbus, Astrium, Cassidian e Eurocopter, faturou € 49,1 bilhões e empregou aproximadamente 133 mil pessoas. No Brasil, a EADS mantém investimentos há 34 anos, tendo iniciado sua presença por meio da Helibras, subsidiária local da Eurocopter. Também está presente por meio da EADS Brasil, da Cassidian Brasil, da Astrium Geo Information Services Brasil, do escritório de representação da Airbus Military, da Equatorial Sistemas, da qual a Astrium é acionista, e de uma joint venture entre a Cassidian e a Odebrecht. Desenvolve parcerias de longo prazo com clientes como a TAM, Forças Armadas, Polícia Federal, Agência Espacial Brasileira (AEB ), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e as forças policiais estaduais.