20 de Novembro, 2012 - 11:13 ( Brasília )

Segurança

Preso em Rio Preto, SP, suspeito de assassinar coronel da Aeronáutica

Corpo do coronel foi encontrado morto com três tiros na cabeça

A polícia de São José do Rio Preto (SP) prendeu na tarde desta segunda-feira (19) o suspeito de ter assassinado um coronel da Aeronáutica no fim de semana. O crime teria sido motivado por ciúmes, e contou com a participação de outras pessoas.

O jovem de 25 anos foi preso em uma casa no bairro Maria Lúcia, região norte de Rio Preto. Ele confessou a autoria dos disparos que matou o coronel aposentado da Aeronáutica e contou que o crime foi motivado por ciúmes, já que a namorada dele estaria tendo um caso com o ex-oficial. “Ele nos contou que este coronel estava importunando uma namorada e então foi mais um motivo de vingança”, afirma o major da Polícia Militar Luiz Roberto Vicente.

O suspeito aparece nas imagens feitas por câmeras do circuito interno do prédio onde a vítima morava. Ele também teria voltado ao apartamento da vítima para roubar. Com o depoimento, a Polícia Militar chegou a outra residência onde mora a comparsa dele. No interior da casa foram encontrados objetos pessoais e armas do coronel, além de drogas, balança de precisão, facas e munição.

O suspeito confessou também ter participado de outros dois crimes cometidos na região noroeste paulista. Um deles foi o assassinato de um policial civil, há cerca de três meses, em Nova Granada (SP), o outro, um assalto a uma casa de massagem em Rio Preto. Para a polícia, o fato de duas vítimas serem oficiais, não passa de uma coincidência. “Não já relação devido a forma de como ocorrer. Não foi uma execução simples, teve também o roubo de valores”, diz o delegado André Balura.

Clóvis Wendeborn Zinesi Rodrigues tinha 47 anos e foi encontrado morto com três tiros na cabeça. O corpo foi encontrado em uma estrada de terra que liga Rio Preto a Guapiaçu (SP). As duas pessoas que ajudaram o acusado já foram identificadas. Um homem foi preso e a mulher, dona da casa onde mora uma amiga do criminoso, está sendo procurada.