05 de Outubro, 2012 - 11:45 ( Brasília )

Segurança

Sobe para 394 número de cidades que terão reforço de tropas federais

Na sessão desta quinta (4), TSE aprovou envio para mais 126 cidades. Ministério da Defesa prevê gasto de até R$ 27,5 milhões com tropas

Mariana Oliveira
Nathalia Passarinho

 

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral autorizou na noite desta quarta-feira (4) o envio de tropas federais para reforçar a segurança em mais 126 cidades, aumentando para 394 o número de municípios de 11 estados que receberão tropas das Forças Armadas.

Das 126 cidades, 82 são do Piauí. A corte havia rejeitado anteriormente o pedido de reforço para 143 cidades do estado, uma vez que o governador Wilson Martins afirmou que as forças de segurança estaduais eram suficientes para garantir a segurança durante o pleito. No entanto, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) questionou dizendo que o reforço era necessário nessas 82 cidades e o pedido foi aprovado.

O estado com mais cidades atendidas pelo envio de tropas é o Rio Grande do Norte (RN), que terá presença das Forças Armadas em 119 cidades. O motivo do pedido de reforço nos municípios do estado se deu ao "acirramento" da disputa eleitoral, segundo o TRE local.

O Ministério da Defesa, segundo o TSE, prevê o gasto de até R$ 27,5 milhões com o envio de tropas para reforçar a segurança na eleição. A pasta disse ainda que as tropas estão de prontidão à espera de enventual convocação para municípios onde haverá eleição.

Há tropas suficientes, de acordo com a assessoria do ministério, para serem enviadas em casos emergenciais e para as últimas autorizações do TSE. Até o dia da votação, a presidente do TSE, Cármen Lúcia, ainda pode autorizar o envio de tropas caso considere necessário, sem que haja votação do plenário.