19 de Agosto, 2011 - 11:00 ( Brasília )

Segurança

INTERSEG - Helibras Mostra duas Opções de Aeronaves para Segurança Pública

Com diversas possibilidades de configurações, os dois helicópteros já são utilizados por governos aqui no Brasil

A Helibras vai apresentar durante a Interseg 2011 – Feira Internacional de Segurança Pública, Serviços e Produtos, que será realizada de 21 a 23 de agosto, no Riocentro, Rio de Janeiro, duas opções de helicópteros que começam a ser bastante procurados para uso em missões governamentais no Brasil: o EC145 e o EC130.
 
São duas aeronaves de concepção diferente e que, a exemplo do consagrado modelo AS350 Esquilo“multimissão”, também começam a ser utilizadas por unidades aéreas policiais e de bombeiros, por conta da grande versatilidade e capacidade de adaptação rápida para o desempenho de várias missões.
 
O EC145 teve sua primeira unidade governamental adquirida pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão. É um helicóptero biturbina com capacidade para até 10 policiais equipados mais os 2 pilotos, e com um espaço interno que pode ser rapidamente modificado, dependendo da ação a ser desempenhada.
 
Como exemplo, este helicóptero foi utilizado durante os trabalhos de atendimento às vítimas dos deslizamentos na região serrana do Rio de Janeiro, a pedido da Secretaria Nacional de Segurança Pública, em janeiro deste ano, transportando feridos e desabrigados.
 
Suas dimensões e potência permitem que o EC145 opere em áreas de acesso restrito além de possuir uma excelente autonomia, fator importante em um estado como o Maranhão, que exige o emprego de força tática em longas distâncias.
 
A outra aeronave a ser exibida na Interseg 2011 será o EC130, utilizado pela Polícia Militar do estado do Paraná- que, inclusive, acaba de adquirir uma segunda unidade deste modelo – é um monoturbina leve bastante versátil e vem sendo procurado por causa das múltiplas possibilidades de utilização, as quais incluem o transporte aeromédico- feito com a utilização de um kit desenvolvido pela própria Helibras, que possibilita a operação com 2 pilotos, 1 paciente deitado em maca, 1 médico, 1 socorrista e 1 tripulante operacional.
 
Bastante silencioso devido ao “Fenestron” (pás do rotor de cauda embutidas, uma exclusividade dos modelos Eurocopter/Helibras), permite rápidos deslocamentos e operação em áreas de difícil acesso ou pouso restrito, o que o torna ideal para missões de resgate.
 
Segundo Julien Negrel, vice-presidente Comercial e Marketing da Helibras, “nossa gama de produtos, aliada à nossa capacidade de desenvolvimento de projetos e somada aos serviços que oferecemos aos operadores governamentais, em qualquer parte do Brasil, fazem da Helibras uma das empresas mais bem preparadas para atender a este importante segmento, provendo soluções personalizadas para a segurança pública e defesa civil, em proveito do atendimento direto dos interesses da população”.
 
Durante o evento, a Helibras também vai prestar uma série de homenagens a seus operadores governamentais.