06 de Setembro, 2013 - 13:34 ( Brasília )

Segurança

Governo do DF vai deter mascarados no 7 de Setembro

Já Palácio do Planalto aumenta esquema de segurança à espera de protestos em cerimônia oficial na Esplanada.

Eduardo Bresciani
Tania Monteiro
Brasília
 
O governo do Distrito Federal vai reforçar a segurança para os eventos do 7 de Setembro e deter manifestantes mascarados ou que esconderem o rosto e recusarem se identificar, medida já adotada em Estados do País.
 
Somente da Polícia Militar haverá um aumento de. 4 mil homens no efetivo para atuar no desfile, no jogo Brasil e Austrália, em shows que ocorrerão na Esplanada dos Ministérios e nos protestos. A estimativa é que 150 mil pessoas circulem pela região central da cidade, um terço delas nas manifestações.
 
Ao todo, serão 6.250 PMs na área central de Brasília.
 
Mesmo fora do País, a presidente Dilma Rousseff está sendo informada, diariamente, sobre as movimentações e preparativos para o 7 de Setembro, assim como das manifestações previstas para o dia e o grau de mobilização e a evolução delas.
 
Paralelamente aos preparativos do GDF, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República está se precavendo para evitar qualquer tipo de depredação e ontem reforçou a proteção ao prédio principal, com colocação de grades duplas. Um monitoramento diário está sendo feito nas redes sociais para medir qual poderá ser a extensão dos protestos.
 
Cerro total. Por precaução, a ideia é que o Planalto fique totalmente cercado pelo Exército durante o dia para evitar qualquer tentativa de invasão. O governo ficou assustado depois da destruição dos vidros do Itamaraty. Este e outros prédios deverão ser mais protegidos durante a festa do 7 de Setembro.