COBERTURA ESPECIAL - Russia Docs - Geopolítica

18 de Outubro, 2016 - 11:00 ( Brasília )

Envio de mísseis russos a Kaliningrado é medida agressiva contra Europa, diz Lituânia

Reino Unido deve tomar dianteira em manutenção de sanções à Rússia, diz chanceler

A transferência de mísseis russos Iskander, que podem comportar armas nucleares, para Kaliningrado é uma demonstração agressiva de poder da Rússia contra toda a Europa, disse a presidente da Lituânia, Dalia Grybauskaite, nesta terça-feira.

"Sabendo que os Iskanders não são equipamento defensivo, mas ofensivo, isso significa uma demonstração aberta e agressiva de poder e de agressão não contra os Estados bálticos, mas contra as capitais europeias", disse Grybauskaite em uma coletiva de imprensa depois de se encontrar com o presidente finlandês, Sauli Niinisto.

No início deste mês, a Rússia enviou mísseis Iskander-M ao enclave de Kaliningrado, que faz fronteira com a Polônia e a Lituânia, dizendo ser parte de exercícios de rotina.

Reino Unido deve tomar dianteira em manutenção de sanções à Rússia, diz chanceler

O Reino Unido deveria tomar a dianteira na manutenção das sanções à Rússia por conta das ações de Moscou na Síria e na Ucrânia, disse o ministro britânico das Relações Exteriores, Boris Johnson, nesta terça-feira, acrescentando que não é possível "continuar tudo como está".

"É claro que é certo que o Reino Unido e a Federação Russa deveriam continuar cooperando e se engajando em todas as áreas nas quais temos interesses em comum", disse ele ao parlamento.

"Mas em vista do comportamento implacável e brutal dos russos na Ucrânia e na Síria... é certo que o Reino Unido deveria estar na dianteira mantendo pressão nas sanções e que não é possível continuar tudo como está com a Rússia".

A União Europeia e os Estados Unidos impuseram sanções a bancos e indivíduos russos próximos do presidente da Rússia, Vladimir Putin, em 2014 após as ações de Moscou na Ucrânia.



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 20 JAN, 12:00

MAIS LIDAS

Russia Docs