COBERTURA ESPECIAL - Russia Docs - Geopolítica

25 de Novembro, 2015 - 11:25 ( Brasília )

Rússia não vai travar guerra com a Turquia após derrubar jato, diz ministro


O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse nesta quarta-feira que a Rússia não pretende travar guerra contra a Turquia após sua força aérea abater um jato russo perto da fronteira turca com a da Síria.

Lavrov também disse que a Rússia vê a derrubada do jato como um ato premeditado e que Moscou vai "reconsiderar seriamente" suas relações com Ancara.

Ministros das Relações Exteriores da Rússia e Turquia concordam em se reunir em breve

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, conversou com sua contraparte russa, Sergei Lavrov, ao telefone nesta quarta-feira e eles concordaram em se reunir nos próximos dias, disse um porta-voz do ministério turco, um dia após a Turquia abater um jato russo.

"Na conversa deles, um acordo foi alcançado para compartilhar detalhes sobre a questão através de canais diplomáticos e militares", disse o porta-voz Tanju Bilgic em um comunicado por e-mail.

Erdogan diz não querer agravamento de conflito após derrubada de avião russo

O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse nesta quarta-feira que o país não quer qualquer agravamento após ter derrubado um avião militar russo, dizendo que a ação foi simplesmente de defesa da própria segurança e dos "direitos dos nossos irmãos" na Síria.

Falando durante evento de empresários em Istambul, Erdogan disse que a aeronave foi atingida enquanto estava em espaço aéreo turco, mas caiu na Síria, embora partes do avião tenham caído na Turquia e ferido dois cidadãos turcos.

"Não temos intenções de agravar este incidente. Estamos somente defendendo nossa própria segurança e os direitos dos nossos irmãos", disse Erdogan, acrescentando que a política turca na Síria não iria sofrer alterações.

"Iremos continuar nossos esforços humanitários em ambos lados da fronteira (com a Síria). Estamos determinados a tomar todas as medidas necessárias para prevenir uma nova onda de imigração", acrescentou.

A derrubada do avião de guerra russo próximo a fronteira da Síria na terça-feira foi uma dos confrontos conhecidos mais sérios entre um país membro da Otan e a Rússia em meio século.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que o avião foi atacado quando estava a um quilômetro dentro da Síria e alertado sobre "consequências sérias", as quais chamou de uma facada nas costas administrada por "cúmplices de terroristas".

Merkel diz que derrubada de avião russo complica solução para Síria

A derrubada de um avião de guerra russo pela Turquia afetou o processo de solução política na Síria e tudo deve ser feito para evitar um agravamento da crise, disse a chanceler alemã, Angela Merkel, nesta quarta-feira.

"A situação foi agravada pela derrubada de um avião russo pela Turquia", disse Merkel em discurso na câmara baixa do Parlamento, em referência à situação na Síria. "Precisamos fazer de tudo para evitar uma agravamento".

"É claro que todo país tem o direito de defender seu território, mas, sabemos o quão tensa a situação está na Síria e nos arredores. Falei ontem com o premiê turco e lhe pedi para fazer tudo para desagravar a situação", acrescentou.