COBERTURA ESPECIAL - PROSUPER - Naval

01 de Dezembro, 2014 - 01:00 ( Brasília )

SUÉCIA – FXM apresenta sistemas navais à MB

A organização FXM realizou seminário para a Marinha do Brasil, apresentando projetos e equipamentos navais que possam interessar ao Brasil.



A organização sueca de Apoio à Exportação na área de Defesa (Swedish Defence and Security Export Agency), normalmente mais conhecida pela sigla FXM, realizou no dia  27 de novembro,  um seminário no Rio de Janeiro com foco em tecnologia naval. O seminário foi realizado na sede da Marinha do Brasil e foi realizado em cooperação com a FMV (Organização de Desenvolvimento de Sistemas de Defesa), as Forças Armadas da Suécia e as empresas: Rolls-Royce, SAAB Kockums e Swedeship.

Pela Marinha do Brasil participaram cerca de quarenta engenheiros e profissionais paricipando de projetos navais brasileiros. Os participantes discutiram tecnologias navais  como a construção de estruturas em material compósito e propulsão por jatos de água e hélices com passo variável.

O Diretor de Engenharia Naval da Marinha do Brasil, vice-almirante Francisco Roberto Portella Deiana abriu o seminário.

- Começamos conversações sobre caça-minas e materiais compósitos durante a nossa visita à Suécia em abril deste ano e concordamos em continuar e aprofundar as discussões com um seminário. Espero que este sejaum dia proveitoso para todos.

O Director-Geral Ulf Hammarström, da FXM, também falou na abertura, e descreveu a evolução da organização e objetivo de produzir sistemas de baixo custo e de alta tecnologia, que atendem  as necessidades da defesa sueca. Ele também falou sobre a importância do aprofundamento e da parceria estratégica com o Brasil.

O Contra-almirante Anders Grenstad das Forças Armadas abriu seu apresentação ao agradecer o grande interesse pelolado brasileiro do seminário. Detalhou  como necessidade da desenvolver para a Marinha da Suécia navios que atendam às dificeis condições de operação no Mar Báltico, que é caracterizado por um desafio para operar e proteger. A salinidade e a temperatura da água, em especial, também afetam as condições para as ações da Marinha. O CA Anders Grenstad liderou a Força de Submarinos no arquipélago de Estocolmo, há algumas semanas e falou brevemente sobre o assunto.

O Diretor de Sistemas de Gestão da Produção e Sistemas Navais da FMV Commodore Andreas Olsson explicou o modelo de compras adotado na Suécia para projetos de desenvolvimento, onde as diferentes autoridades Forças Armadas colaboram para especificar os requisitos dos sistemas.

As empresas participantes apresentaram seus produtos:

SAAB Kockuns -  Robert Petersson falou sobre como materiais compósitos desenvolvidos pela empresa ao longo do tempo, quais as propriedades de cada compósito e como ele é usado, por exemplo, nas corvetas Visby (com características stealth) da Marinha Sueca.

Rolls-Royce - Lars Johansson detalhou os produtos e navios que utilizam o equipamentosda empresa. A Rolls Royce produz hélices e propulsão a jatos de agua.

SWEDESHIP -  Bo Axelsson apresentou os projetos de naviosdesenvolvidos e produzidos pela empresa para as Forças Armadas da Suécia, bem como para a defesa dos Emirados Árabes Unidos.


 

O Vice-Almirante Deiana recepcionou a delegação da Suécia. Ao fundo os principais projetos de defesa da indústria sueca: o caça JAS 39 Gripen e a corveta stealth Classe Visby - Foto FXM


A tarde foi usada para responder às perguntas e esclarecer dúvidas dos participantes. A FMV apresentou os futuros projetos navais das Forças Armadas Suecas.

O Vice-Almirante Deiana resumiu o dia observando que a cooperação entre Brasil e Suécia é uma parceria estratégica e que temos muitas áreas interessantes e potenciais de cooperação.

Materia relacionada

SAAB - CEO Bushke Apresenta a nova Empresa Link

Suécia – SAAB inicia a compra da Kockums da TKMS Link