COBERTURA ESPECIAL - Prosub - Naval

29 de Agosto, 2018 - 09:50 ( Brasília )

Gestão do Conhecimento da Amazul recebe prêmio nacional


O projeto-piloto de Gestão de Conhecimento da Amazul – Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A., que foi implantado em uma unidade da cadeia de produção de combustível nuclear da Marinha do Brasil, recebeu no dia 27 de agosto o 17º Prêmio Learning & Performance Brasil 2018/2019, na categoria Referência Nacional.

O prêmio reconhece as melhores práticas em aprendizado e performance. A Amazul concorreu com iniciativas de organizações como Claro-Brasil, Serasa Experian, Bayer e Bradesco. Constituída há apenas cinco anos, a Amazul desenvolve e aplica tecnologias e gerencia projetos e processos necessários ao Programa Nuclear da Marinha, Programa de Desenvolvimento de Submarinos e Programa Nuclear Brasileiro.

A gestão de conhecimento é estratégica no sentido de reter, proteger e compartilhar o conhecimento crítico desenvolvido no longo prazo pela Marinha do Brasil na área de tecnologia nuclear e de construção de submarinos. “O prêmio é mais uma evidência do grau de maturidade que a Amazul atingiu em apenas cinco anos de existência. A gestão do conhecimento é vital para o setor nuclear e para a conquista da independência tecnológica do País”, afirma Ney Zanella dos Santos, diretor-presidente da empresa.

“Além disso, o modelo desenvolvido amplia a frente de negócios da Amazul, pois pode ser replicado em outros empreendimentos nucleares para gerenciar o conhecimento relevante e assegurar seu diferencial tecnológico e competitivo.”

O projeto-piloto foi implantado, em 2017, na Unidade de Produção de Hexafluoreto de Urânio (Usexa), no Centro Industrial Nuclear de Aramar, em Iperó, unidade onde se converte o minério beneficiado de urânio em hexafluoreto de urânio gasoso.

No momento, a empresa implanta o modelo na Assessoria de Meio Ambiente, no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), área responsável pelos temas relacionados ao meio ambiente e à sustentabilidade, que assessora a organização no atendimento de exigências legais e de manutenção de licenças e autorizações ambientais.

Nos próximos dias, o projeto começa a ser aplicado na Coordenadoria do Programa do Ciclo do Combustível Nuclear, que coordena o desenvolvimento de técnicas, materiais, equipamentos, processos, instalações e projetos especiais da Diretoria de Desenvolvimento Nuclear da Marinha.

A metodologia desenvolvida pela Amazul tem como referências os modelos de gestão do conhecimento para a administração pública brasileira do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e do Empreendimento Modular de Gestão do Conhecimento da Marinha do Brasil.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Venezuela

Venezuela

Última atualização 10 DEZ, 16:20

MAIS LIDAS

Prosub