COBERTURA ESPECIAL - Prosub - Naval

17 de Julho, 2011 - 20:30 ( Brasília )

PROSUB - Presidenta Dilma participa da cerimônia de início da construção do primeiro submarino S-BR


Informe Distribuído pela Marinha do Brasil em 17 Julho 2011

“Hoje é um dia importante para este programa, pois marca o início efetivo da construção do primeiro de um total de quatro submarinos, e consolida a primeira etapa da transferência de tecnologia da França para o Brasil”, expressou o Presidente da Itaguaí Construções Navais (ICN), Gérard Solve.

Na tarde de 16 de julho, a Presidenta Dilma Roussef participou da cerimônia de início das obras do submarino convencional S-BR, parte do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB) da Marinha do Brasil, realizada nas instalações da Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep), em Itaguaí (RJ).  
 
Estiveram presentes no evento o Governador do estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral; o Ministro da Defesa, Nelson Jobim; o Ministro da Ciência e Tecnologia, Aloísio Mercadante; o Ministro dos Esportes, Orlando Silva, o Ministro da Pesca e Aquicultura, Luiz Sérgio, a Ministra-Chefe da Secretária de Direitos Humanos, Maria do Rosário;  a Ministra-Chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência  da República, Helena Chagas; e o Comandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto. Dentre as autoridades estrangeiras, o Embaixador da França no Brasil, Yves Saint-Geours, e o Ministro da Defesa da França, Gérard Longuet.

O Presidente da Nuclep, Jaime Cardoso, agradeceu à Marinha do Brasil e à ICN, a confiança depositada na empresa. “Todo esse apoio fortalece a nossa consciência de estarmos contribuindo diretamente para a manutenção da soberania nacional”. O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, lembrou que “a Marinha do Brasil é uma grande propulsora do desenvolvimento econômico e social ao longo da história do Estado do Rio de Janeiro”.

Nas suas palavras, a Presidenta Dilma afirmou que o projeto marca um momento estratégico para o Brasil, “que dá mais um passo em direção a afirmação da sua condição de País desenvolvido, com uma indústria sofisticada, que é capaz de absorver, dominar e utilizar tecnologias avançadas”. Ressaltou, ainda, a importância da modernização da Marinha do Brasil e do domínio da tecnologia de produção do submarino com propulsão nuclear para a segurança e proteção das riquezas do País, notadamente na área do pré-sal.



Outras coberturas especiais


Especial MOUT

Especial MOUT

Última atualização 18 AGO, 21:00

MAIS LIDAS

Prosub