COBERTURA ESPECIAL - Panorama Haiti - Geopolítica

02 de Fevereiro, 2012 - 08:58 ( Brasília )

Dilma deixa o Haiti após reunião com militares brasileiros


A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, deixou nesta quarta-feira o Haiti depois de uma breve visita finalizada com uma ida ao quartel-general dos militares brasileiros da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).

Dilma, na companhia do presidente haitiano, Michel Martelly, foi até a sede do batalhão em Tabarre, na periferia da capital do Haiti, Porto Príncipe. Em seu discurso, a presidente expressou sua satisfação pelo trabalho realizado pelos soldados brasileiros no Haiti.

"A cooperação entre os militares do Brasil com os demais contingentes e com o Governo do Haiti produziu bons resultados", avaliou. Dilma confirmou ainda a redução do número de militares brasileiros na Minustah, o maior entre todos os contingentes, mas não adiantou um calendário.

A presidente do Brasil foi recebida pelo comandante militar da Minustah, o general brasileiro Luis Ramos, que avaliou que a visita é um "reconhecimento" do trabalho realizado pelos militares brasileiros no Haiti.

Após visita a Cuba, a presidente do Brasil chegou ao Haiti na manhã desta quarta-feira e, junto a Martelly, abordou assuntos como o desenvolvimento econômico e o processo de reconstrução da nação caribenha após o devastador terremoto que em janeiro de 2010 deixou 300 mil mortos e 1,5 milhão de afetados.