COBERTURA ESPECIAL - Panorama Haiti - Terrestre

28 de Abril, 2015 - 11:00 ( Brasília )

Tropas que vão ao Haiti realizam simulação de operações em Natal

Treinamento envolve socorro médico aéreo e catástrofes naturais. Dentre os 142 militares, 24 potiguares participam do treinamento.

O Exército Brasileiro (EB) realiza entre os dias 26 e 30 de abril, em Natal, a fase final de treinamento dos militares que integrarão o pelotão brasileiro na missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Haiti. Nesta etapa do treinamento, os militares simularão situações que potencialmente pode ocorrer durante a missão.

Segundo o coronel Vendramin, comandante do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), o objetivo das simulações é submeter os militares a testes práticos de planejamento e execução. "Vamos simular trabalhos próprios de engenharia como perfuração de poços, terraplanagem, destruição de artefatos explosivos e também atividades que a engenharia vai fazer lá, como apoio a eleições, distribuição de água para população e uma série de outras atividades humanitárias", disse o coronel à reportagem do Bom Dia RN.

De acordo com a divisão de comunicação social do CCOPAB, estão previstos treinamentos de socorro médico aéreo, simulações de catastrofes naturais, manifestações e acidentes. Como as atividades envolvem fogo, figurantes e o uso de máquinas pesadas, a organização do treinamento vem realizando panfletagens nas ruas e localidades que recebem os treinamentos.

Dos 142 militares que participam das simulações, apenas 120 embarcarão para o Haiti. Destes, 24 são potiguares, 14 de Natal e 10 de Caicó, cidade localizada na região do Seridó do RN. Os militares embarcam a partir de 11 de maio e a estimativa é de que todo o contingente brasileiro desembarque no Haiti em junho.

O Brasil participa das missões de paz no Haiti desde 2004. Mais de três mil militares de aeronáutica, marinha e exército já passaram pelo país da América Central.