COBERTURA ESPECIAL - Panorama Haiti - Defesa

23 de Outubro, 2014 - 10:40 ( Brasília )

Militares do Contingente Brasileiro no Haiti recebem a Medalha da ONU


No dia 16 de outubro, os militares do 20º Contingente Brasileiro no Haiti (CONTBRAS) foram condecorados com a Medalha das Nações Unidas, em cerimônia militar realizada no pátio da Base General Bacellar.

O evento foi presidido pelo Vice-Representante Especial do Secretário-Geral de Coordenação Humanitária da Organização das Nações Unidas, Sr Peter de Clercq, e contou com as presenças do Force Commander da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH), General de Divisão José Luiz Jaborandy Junior, além de outras autoridades civis e militares e dos Comandantes das Unidades integrantes da MINUSTAH.

A medalha da ONU é entregue aos militares pelos serviços a favor da paz, após decorridos mais de 90 dias ininterruptos de missão. Nas palavras do General Jaborandy, o Brasil sempre tem se apresentado em um papel de destaque nas diversas missões em que tem participado, em todos os continentes, o que o tem levado a uma posição de respeito e admiração no contexto internacional, proporcionando credibilidade para a contínua participação brasileira em favor da segurança e da paz mundiais. Ele ressaltou, também, a valorosa contribuição dos militares das Nações Amigas que compõem o Contingente Brasileiro e que tem atuado de forma uníssona no cumprimento das missões do BRABAT.

Ao final da cerimônia, integrantes da ONG Viva-Rio Haiti, junto com militares do BRABAT, realizaram uma breve apresentação da cultura brasileira, com uma demonstração de Carimbó, dança típica da Região Norte do País, mais especificamente do Estado do Pará, de onde se originou grande parte da tropa que compõe o atual contingente do BRABAT. O Carimbó, junto com sua música, foi declarada patrimônio cultural imaterial do Brasil em setembro de 2014.