COBERTURA ESPECIAL - Panorama Haiti - Terrestre

26 de Agosto, 2014 - 09:30 ( Brasília )

CCOPAB capacita comandantes de pelotões e subunidades que vão atuar no Haiti


Oficiais que vão comandar pelotões e subunidades no Batalhão Brasileiro (Brabat) no Haiti concluíram estágio preparatório no Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), no Rio de Janeiro, no último dia 22/08.

Os militares, que assumirão a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah) em dezembro de 2014, participaram de capacitação que os habilita a conduzir o treinamento de suas frações como instrutores.


Estágio de Preparação para Missões de Paz

O Estágio de Logística e Reembolso de Operações de Paz destina-se a preparar oficiais e praças das Forças Armadas do Brasil e de nações amigas para assumir funções relacionadas à Administração e à Logística das Operações de Paz.

O Estg Log Ree Op Paz tem a duração de duas semanas com carga horária total de 80 (oitenta) horas de instrução.

As atividades de ensino são divididas em três partes: a Logística do Ministério da Defesa do Brasil para Operações de Paz, o Sistema de Logística da Organização das Nações Unidas (ONU) para Operações de Paz e o Sistema de Reembolso da ONU.

Na primeira semana de instrução são abordados os assuntos atinentes à logística do Brasil e o seu desdobramento para o emprego em missões de paz sob a égide da ONU.

Já a segunda semana de instrução contempla os assuntos relativos à logística da ONU e o sistema de reembolso desta Organização, com ênfase no Manual do Contigent Owned Equipment (COE).

Objetivos Gerais do Estágio:

- Desenvolver a capacidade profissional de oficiais e de praças para a ocupação de cargos e o desempenho de funções relacionadas à administração, à logística e ao reembolso em operações de paz.

- Evidenciar os seguintes atributos da área afetiva: autoconfiança, imparcialidade, discrição, adaptabilidade, coerência e comunicabilidade.

O Estágio Preparatório de Subunidades e Pelotão (EPCOSUPEL) inclui os seguintes módulos:
- patrulha a pé e mecanizada;
- operações de cerco;
- proteção a civis;
- primeiros socorros;
- negociação;
- tiro em simulador;
- emprego de armas não letais e de técnicas de combate em ambiente urbano.