COBERTURA ESPECIAL - PCC - Gangues - Aviação

06 de Junho, 2017 - 15:30 ( Brasília )

Cães participam de missão em presídio de Rio Branco

Cães da FAB participam de missão em Rio Branco, no Acre. Os cachorros são das raças pastor alemão, belga malinois e holandês

Tenente Lorena Molter / Tenente João Elias


Três cães da Força Aérea Brasileira (FAB), juntamente com seus condutores, participaram de missão envolvendo faro no Complexo Penitenciário Francisco d´Oliveira Conde, localizado em Rio Branco (AC), entre os dias 26 de maio e 1° de junho.

Na operação, foram encontrados equipamentos cortantes, uma pistola, munição, maconha e cocaína. Os cachorros Thauros, Bolt e Hanna são das raças pastor alemão, belga malinois e holandês e pertencem ao Pelotão de Cães de Guerra do Grupo de Segurança e Defesa (GSD 8) da Ala 8.

Durante a missão, Thauros foi utilizado para o faro de explosivos, e Bolt e Hanna atuaram na busca de entorpecentes. A operação no presídio foi realizada de forma conjunta entre a FAB, a Marinha e o Exército. Antes da missão na capital acriana, as equipes da Força Aérea realizaram atividades de faro em dois presídios de Manaus (AM), um de Boa Vista (RR) e dois de Porto Velho (RO).



De acordo com a responsável pelo canil do GSD 8, Tenente Veterinária Raquel Tomé, após as atividades, os cachorros passam por uma avaliação médica.

“Verificamos se é necessário algum cuidado ou intervenção, ocasionados pelo esforço físico, estresse ou até mesmo algum acidente que possa ter ocorrido. Depois da avaliação, os cães passam por um período de descanso para que, posteriormente, possam retornar às atividades diárias do canil”, explicou.

VEJA MAIS