COBERTURA ESPECIAL - Pacífico - Geopolítica

11 de Fevereiro, 2020 - 15:50 ( Brasília )

Coreia do Norte violou sanções ao reforçar programas nuclear e de mísseis em 2019, diz ONU


O documento de 67 páginas destinado ao comitê de sanções para a Coreia do Norte do Conselho de Segurança da ONU, que deve ser divulgado no mês que vem, chega no momento em que os Estados Unidos tentam retomar as conversas de desnuclearização com Pyongyang.

“Em 2019, a República Popular Democrática da Coreia (RPDC) não deteve seus programas nuclear e de mísseis balísticos ilícitos, que continuaram a intensificar, violando as resoluções do Conselho de Segurança”, escreveram os monitores independentes de sanções da ONU.

“Apesar de sua ampla capacidade nativa, ela usa a aquisição externa ilícita para alguns componentes e tecnologia.”

A Coreia do Norte vem sendo sujeitada a sanções da ONU desde 2006. Elas foram fortalecidas pelo Conselho de Segurança de 15 membros ao longo dos anos na tentativa de cortar o financiamento dos programas nuclear e de mísseis balísticos de Pyongyang.



Outras coberturas especiais


Pandemic War

Pandemic War

Última atualização 03 ABR, 20:30

MAIS LIDAS

Pacífico