COBERTURA ESPECIAL - Nuclear - Geopolítica

27 de Dezembro, 2018 - 10:00 ( Brasília )

Alemanha vai se opor a novos mísseis nucleares na Europa, diz ministro do Exterior


A Alemanha vai se opor fortemente a qualquer movimentação para estacionar novos mísseis nucleares de médio alcance na Europa, caso um tratado-chave da época da Guerra Fria seja deixado de lado, disse o ministro alemão das Relações Exteriores, Heiko Maas, à DPA.

“Sob nenhuma circunstância a Europa deve se tornar palco para um debate sobre rearmamento”, disse ele segundo a agência de notícias alemã em uma entrevista na quarta-feira.

“Estacionar novos mísseis de médio alcance teria ampla resistência da Alemanha”, disse. Os Estados Unidos ameaçaram se retirar do Tratado sobre Forças Nucleares de Alcance Intermediário, de 1987, que proíbe a Rússia e os EUA de estacionarem mísseis baseados em terra de curto e médio alcance na Europa.

A Rússia disse que está se planejando para um envio pelos EUA de novos mísseis para a Europa após os planos de Washington de se retirarem do tratado. Maas disse: “O rearmamento nuclear é muito certamente a resposta errada”.

Putin diz que Rússia está perto de concluir novo míssil nuclear hipersônico

O presidente Vladimir Putin informou nesta quarta-feira que a Rússia concluirá seu primeiro grupo de mísseis nucleares hipersônicos no ano que vem, dizendo que a medida significa que seu país agora tem um novo tipo de arma estratégica. Putin discursou após supervisionar o que o Kremlin diz ter sido um teste prévio do novo sistema, chamado Avangard.

“Esse teste, recém-encerrado, terminou com sucesso completo”, disse Putin em uma reunião de governo. “A partir do próximo ano, 2019, as Forças Armadas da Rússia receberão o novo sistema estratégico intercontinental Avangard... é um grande momento na vida das Forças Armadas e na vida do país. A Rússia obteve um novo tipo de arma estratégica”.

Moscou disse que o novo sistema, uma de várias armas novas que Putin anunciou em março, é altamente manobrável, o que permite que escape de sistemas de defesa antimísseis facilmente. Putin observou o teste desta quarta-feira remotamente a partir de Moscou.

O Kremlin descreveu que o teste, dizendo que um míssil Avangard disparado de um local no sudoeste russo atingiu e destruiu com sucesso um alvo no extremo leste do país.

Em março Putin anunciou uma série de novas armas, inclusive o Avangard, num de seus discursos mais belicosos em anos, dizendo que ele é capaz de atingir quase qualquer ponto do globo e escapar de um escudo de mísseis montado pelos Estados Unidos.

Leia também:  

Rússia testa Míssil Balístico Hipersônico AVANGARD[Link]


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 20 JAN, 12:00

MAIS LIDAS

Nuclear