COBERTURA ESPECIAL - Nuclear - Terrestre

04 de Setembro, 2017 - 23:12 ( Brasília )

EsIE coordena exercício internacional de DQBRN




Rio de Janeiro (RJ)– No dia 31 de agosto de 2017, a Escola de Instrução Especializada (EsIE), Berço da Especialização do Exército, coordenou e conduziu a execução da parte final do IV Exercício Regional em Assitência e Proteção para Estados Partes da Região da América Latina e do Caribe (ExBRALC), dentro do contexto de Defesa Química Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN).

A atividade materializa o compromisso firmado pelo Estado Brasileiro, por meio do Ministério da Defesa (MD), do Ministério das Relações Exteriores (MRE) e do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), com a Organização para Proibição de Armas Químicas (OPAQ) no sentido de capacitar recursos humanos na área de Assistência e Proteção em Resposta a Emergências Químicas.

Para tanto, os especialistas em DQBRN da Escola, em parceria com outros integrantes do Sistema DQBRN brasileiro, proporcionaram aos participantes do evento o adestramento prático acerca  do Sistema de Comando de Incidente (SCI), aplicado à resposta a um incidente com desastre em massa; além da observação de uma simulação atinente ao trabalho interagências, no caso de ocorrência de incidente com agente químico tóxico. 

A EsIE é a célula-mater do referido Sistema, no âmbito da Forças Armadas Brasileiras, e constitui-se  como a principal capacitadora de recursos humanos, para este fim, na América do Sul.

Participaram desta capacitação militares das Forças Armadas, das Forças Auxiliares e civis do:

 

- Brasil,
- Argentina;
- Barbados;
- Bolívia;
- Chile:
- Colômbia;
- Costa Rica;
- Cuba;
- República Dominicana;
- Equador;
- Guatemala:
- Honduras;
- México;
- Nicarágua;
- Panamá;
- Paraguai;
- Peru;
- Uruguai, e,
- Venezuela.


 


Participantes da parte final do IV ExBRALC Foto: Sd Yago Souza




Cmt EsIE dá as boas-vindas-aos-participantes do IV ExBRALC  Foto: Sd Yago Souza






Trabalho de reconhecimento inicial do grau de contaminação e acidentados Foto: Sd Yago Souza



 

Simulação de remoção de contaminado grave químico Foto: Sd Yago Souza





Treinamento integrado com as equipes do IMAE da FAB para remoção de contaminado químico Foto: Sd Yago Souza


 


VEJA MAIS