COBERTURA ESPECIAL - Nuclear - Geopolítica

29 de Janeiro, 2016 - 09:20 ( Brasília )

Japão coloca Exército em alerta por possível teste de míssil da Coreia do Norte


O Japão colocou seu Exército em alerta por um possível lançamento de um míssil balístico da Coreia do Norte, após indicações de que o país estaria preparando um teste, disseram nesta sexta-feira duas pessoas com conhecimento direto da ordem à Reuters.

"Atividades crescentes no local de mísseis da Coreia do Norte sugerem que pode haver um lançamento nas próximas semanas", disse uma das fontes. Ambas pediram anonimato porque não são autorizadas a falar com a mídia.

A tensão aumentou no leste asiático neste mês após o quarto teste nuclear da Coreia do Norte, desta vez com o que o país disse ser uma bomba de hidrogênio.

Um teste de míssil realizado tão próximo do teste nuclear iria aumentar a preocupação de que a Coreia do Norte planeja colocar ogivas nucleares em seus mísseis, conquistando a capacidade de realizar ataques contra a Coreia do Sul, Japão e possíveis alvos distantes, como a costa oeste dos Estados Unidos.

O ministro da Defesa do Japão, Gen Nakatani, ordenou que destróiers Aegis que operam no Mar do Japão estejam prontos para atingir quaisquer projéteis norte-coreanos que seguirem para território japonês, disseram as fontes.

Nakatani, perguntado durante entrevista coletiva se o Japão deveria derrubar qualquer míssil norte-coreano, disse: "Iremos tomar providências para responder, mas irei me abster de revelar medidas específicas por conta da natureza da situação."

Coreia do Norte possivelmente testou componentes de bomba de hidrogênio em 6 de janeiro, diz CNN

A Coreia do Norte pode ter tentado testar componentes de uma bomba de hidrogênio em 6 de janeiro, informou a CNN nesta quinta-feira, citando uma autoridade norte-americana não identificada.

A Coreia do Norte testou um dispositivo nuclear em 6 de janeiro que, segundo o país, era uma bomba de hidrogênio.

O porta-voz do Departamento de Estado norte-americano Mark Toner disse a repórteres mais cedo nesta quinta-feira que os Estados Unidos ainda acreditam que Pyongyang não testou uma bomba de hidrogênio.