COBERTURA ESPECIAL - Nuclear - Armas

17 de Julho, 2015 - 14:30 ( Brasília )

Desfile e nova tecnologia de propulsão marcam 30 anos do ICBM Topol


Texto do Russia Today
Tradução, adaptação e edição – Nicholle Murmel

 

As forças russas conduziram exercícios militares na última terça-feira (14)na cidade de  Serpukhov, a 90 quilômetros de Moscou, para marcar os 30 anos do comissionamento do famoso sistema de mísseis balísticos intercontinentais (ICBMs) Topol. As manobras mostraram uma nova tecnologia capaz de extrair propelente “a partir do nada”.

Abaixo você confere imagens captadas por drones da produtora de vídeo RUPTLY, que mostram as colunas de caminhões KamAZ e plataformas de lançamento.


 
Os cenários abordados nos exercícios incçuíram resposta a ataques terroristas e entrada em uma área de contaminação química. As tropas envolvidas também tiveram que ativar sistemas de lançamento dos mísseis o mais rápido possível, e resolver problemas como mau funcionamento nas rodas de uma das unidades móveis de lançamento.
 
A novidade durante as operações foi o roll out sistema móvel de alta tecnologia “Kaskader”. De acordo com Yuri Dmitriev, vice-diretor do Geliymash, não há sistema equivalente no mundo, e sua finalidade é fornecer propelente para tanto para mísseis balísticos quanto armamentos lançados a partir do ar.
 
A tecnologia de congelamento extremo permitiria extrair nitrogênio do ar em estado líquido e gasoso, além de oxigênio a pressões que podem chegar a 400 atm. “O sistema já passou pela fase de testes e em 2016 a associação de pesquisa e produção deve começar a fabricação em larga escala”, Dmitriev disse à emissora de TV Zvezda.


 
Os exercícios em Serpukhov aconteceram uma semana antes do 30º aniversário da entrada em serviço do famoso ICBM. O primeiro modelo foi colocado em estado de prontidão em 23 de julho de 1985. Em seguida foi atualizado para a classe Topol-M, com calcance de mais de 11 mil quilômetros. Desde 2010, os Topol vêm sendo gradativamente substituídos pelos mísses Yars.