09 de Novembro, 2012 - 13:40 ( Brasília )

DN - Exército em Movimento: CMS/CMSE/CMA - Argentina o 8N


 

Edição 19/2012 - 9 Novembro 2012

www.defesanet.com.br

 
O mais importante portal especializado em
Defesa, Estratégia, Inteligência & Segurança
da América Latina
Mundo Empresarial

Orlando Ferreira Neto,  anteriormente anunciado como Presidente da  Andrade Gutierrez Defesa e Segurança  assumiu posto executivo na área naval da  Camargo Corrêa.

Roberto Simões, executivo da Odebrecht Defesa e Tecnologia assumiu outra função no Grupo Odebrecht, no setor de Oil & Gas.

Luiz Rocha, assume a presidência da Odebrecht Defesa e Tecnologia. Anteriormente exercia funções no grupo Odebrecht nos Estados Unidos.

As alterações na Odebrecht Defesa e Tecnologia foram comunicadas ao Ministro Celso Amorim por Marcelo Odebrecht, assíduo nas conversas com a presidente Dilma, no dia 11 de Outubro.

 

G 1+ e Facebook Fanpage DefesaNet

G+ - DefesaNet disponibiliza conteúdo para usuários do Google Plus

Acesse o DefesaNet no Google Plus

Facebook Fanpage - Agora você pode acompanhar o Defesanet no Facebook com novidades tecnológicas e as principais notícias sempre atualizadas. Imagens, fotos e comentários, você pode fazer parte de tudo isso ativamente.

Curta a nossa Fanpage! Clique aqui

Boeing Defense, Space & Security (BDS)  Less 30% Execs

A Boeing Defense, Space & Security (BDS)  anunciou na quarta-feira (07NOV12), que deverá reduzir em 30 % o número de executivos em relação ao ano de 2010. O objetivo é de reduzir custos de U$1,6 bilhão nos próximos 3 anos.

Em uma mensagem enviada aos empregados da area de defesa, Dennis Muilenburg, CEO da Divisão  Boeing Defense, Space & Security (BDS), menciona que já foram economizados U$2,2 bilhões nos dois anos passados.

As alterações na BDS nos dois últimos anos são uma resposta ao menor gasto em Defesa e em Programas Espaciais pelos Estados Unidos .

Os executives deslocados da BDS podem transferir-se para a a área  Commercial Airplanes da Boeing afirma a diretoria.

Revista Marítima Brasileira

Artigo de Fernanda Corrêa, historiadora, estrategista e pesquisadora do Instituto de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense e colaboradora de DefesaNet teve seu artigo Projeto do Submarino Nuclear Brasileiro: ciência, tecnologia, cerceamento e soberania nacional, publicado pela Revista Marítima Brasileira (RMB).

O artigo foi publicado por DefesaNet em julho de 2012.

A DEFESA EM DEBATE - Projeto do Submarino Nuclear Brasileiro: ciência, tecnologia, cerceamento e soberania nacional Link
 

Para os Republicanos TUDO , para os Democratas NADA


O presidente OBAMA e a Imprensa amiga cria fatos que constrangem os próprios amigos.

O jornal New York Times publicou na sua seção  de OP-ED,na edição de  13OUT12, artigo  “Questions on Drones, Unanswered Still”, da editora  Marcaret  SULLIVAN.

Além de comentar as ordens Executivas para conduzir ações para assassinar os líderes de grupos terroristas, com ações de Drones , tanto no Paquistão como na Península Arábica.

Muito francamente expõe que estas ações não são tratadas devidamente pelo seu jornal e que seria muito diferente se fosse um governo Republicano.

OBAMA - Questions on Drones, Unanswered Still Link

Ambiente Assimétrico no sudeste


O Comando Militar do Sudeste (CMSE), através da  2ª DE realizou, no período de 29 OUTa 06 NOV, o Exercício Agulhas Negras, denominado Operação PARAIBUNA. Foram incluídos vários cenários empregados em Operações Assimétricas.

Cenários com Homens-Bomba, ações de grupos irregulare, proteção de autoridades  e emprego de armas QBR foram montados na manobra .

CMSE - 2ª DE treina em Ambiente Assimétrico  Link

 

CMA Treina em Belo Monte


Pelo menos 250 militares do 51º Batalhão de Infantaria de Selva – 51 º BIS, sediado em Altamira, participaram de um treinamento operacional dentro do Sítio Pimental, um dos quatro canteiros da Usina Hidrelétrica Belo Monte.

BELO MONTE - Tropas do Exército treinam no canteiro de obras Link

CMS  Realiza Operação Convencional

O Comando Militar do Sul (CMS)  realizou através do grande comando 3ª DE, Divisão Encouraçada,  a Operação Ibicuí.  A  Operação Ibicuí, ocorreu  no período de 26 a 30 de outubro. A operação envolveu o emprego da 6ª Brigada de Infantaria Blindada, 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada e Artilharia Divisionária/3, além do emprego do 1° Batalhão de Comunicações.

A Operação Ibicuí desenvolveu-se no Campo de Instrução Barão de São Borja (Saicã), sendo realizadas ações táticas com emprego de pessoal e material das organizações militares blindadas e mecanizadas, bem como as ações de apoio ao combate, comando e controle, logísticas e de inteligência. No total foram empregados 3756 militares e 804 viaturas.

Foi a maior manobra convencional em vários anos realizada pelo no Exército Brasileiro
.

 

IPEA - Política de Defesa Nacional é discutida em livro

“É emblemático estarmos lançando o livro do IPEA sobre defesa em uma época de mudanças nas duas maiores economias do mundo, com a eleição presidencial nos Estados Unidos e as alterações no Partido Comunista da China”, afirmou o diretor de Desenvolvimento Institucional do IPEA, Luiz Cezar Loureiro de Azeredo, durante o lançamento do livro Defesa nacional para o século 21, ocorrido na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), nesta terça-feira, 6, na cidade do Rio de Janeiro.


IPEA - Política de Defesa Nacional é discutida em livro

Link para Download do livro Defesa nacional para o século 21

 

Comentário

 

Argentina – Sinais preocupantes

Nelson Düring
Editor-chefe DefesaNet

O mega panelaço (cacerolazo) de ontem à noite em toda a Argentina e  em comunidades de nacionais deste país ao redor do mundo é a parte visível da fragilização do país austral.

Sem um programa de governo e atuando no mero espectro de manter-se no poder ou obter vitórias sobre inimigos políticos tradicionais ou até sobre o aliado de poucos momentos atrás.

Esta inconstância, ou constância nos erros e mau governo,  está espirrando nos países vizinhos.

O governo brasileiro deu ordens para que minimize e sejam relativizados as loucuras de CFK (Cristina Fernández de Kirchner).

O abandono do controle das fronteiras, movendo as tropas de Gendarmeria para o chamado CONURBANO (grande Buenos Aires), tornou a Argentina uma rota livre o tráfico de drogas vindas da Bolívia e Paraguai.

A Polícia Federal Brasileira apreendeu na cidade de Caxias do Sul (RS) cerca de 5 toneladas de maconha. Menciona que a droga veio do Paraguai, mas o nome da Operação era Santa Fé (província Argentina).

8N - Mais de 500 mil protestam contra CK em Buenos Aires Link

 

Canais DefesaNet
G1+ Link
Facebook Fanpage Link
You Tube http://www.youtube.com/defesanet
Twitter http://twitter.com/defesanet

Para receber o DN inscreva-se na página inicial do DefesaNet