24 de Maio, 2013 - 14:16 ( Brasília )

Prioridades do Planalto - AH-2 Sabre na Interceptação - Paz entre FAB e DPF?


 

Edição 10/2013 - 24 Maio 2013

www.defesanet.com.br

 
 mais importante portal especializado em
Defesa, Estratégia, Inteligência & Segurança
da América Latina
Prioridades do Planalto na Defesa

O Governo Federal sinalizou quais as prioridades estão na lista do Palácio do Planalto.

Em um discreto movimento, em Abril, colocou sobre o guarda-chuva do PAC os programas: PROSUB, KC-390, Energia Nuclear desenvolvida pela Marinha e o Helicóptero EC-725 (HX-BR).

Nesta quarta-feira os Ministros Mantega (Fazenda) e Mirian Belchior (Planejamento) comunicaram cortes de R$ 28 Bilhões no Orçamento, sendo 3,6 Bi na Defesa.

Preservado o PAC, com os programas já citados, e o SGDC (Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações).

DEFESA - Governo corta R$ 3,6 Bi Preserva PAC Link

DPF e FAB Firmam a PAZ?

Após ameaças, pelo Comando da FAB, de abater os VANTS da DPF e tentativas de patrolar o SISVANT, FAB e e DPF operam de forma conjunta desde a Base do SISVANT, em São Miguel do Iguaçu.

Na Base do SISVANT, em São Miguel do Iguaçu (PR), 2 VANTS Hermes 450 da FAB e 2 IAI Heron da DPF. As viaturas são da PF e da Força Nacional que garante a segurança do Perímetro da Base do SISVANT.

Será a paz definitiva entre os Brigadeiros e a DPF? Sairá o SISVANT do limbo em que foi colocado pela burocracia da Polícia Federal?

ÁGATA 7 - VANTs da FAB e PF em ação na fronteira sul Link

Reportagem da revista ISTOÉ: Intrigas, lobby e sabotagem Link

EDITORIAL - O SISVANT Alguns Fatos Link

Facebook Fanpage DefesaNet

Facebook Fanpage - Agora você pode acompanhar o Defesanet no Facebook com novidades tecnológicas e as principais notícias sempre atualizadas. Imagens, fotos e comentários, você pode fazer parte de tudo isso ativamente.

Curta a nossa Fanpage! Clique aqui

Ágata 7 - Helicóptero Intercepta Aeronave

Um AH-2 Sabre, helicóptero de ataque da Força Aérea Brasileira (FAB), interceptou na manhã desta quinta-feira (23/5) um avião de pequeno porte não identificado pelos radares a cerca de 200 km da cidade de Porto Velho, capital de Rondônia. O acionamento ocorreu por volta das 9 horas. O helicóptero do Esquadrão Poti (2º/8º GAV) decolou em menos de 10 minutos da Base Aérea de Porto Velho (BAPV).

“Fizemos um reconhecimento a distância e a foto-filmagem da aeronave para averiguação de dados, além de um acompanhamento por dez minutos. As informações foram repassadas para o controle de trafego aéreo e posteriormente a aeronave seguiu sua rota normalmente”, ressaltou o piloto do helicóptero.

Leia a reportagem com belas fotos cedidas pelo CECOMSAER Link

Uma Linha Fatal

A Central de Jornalismo da Rádio Catarinense, de Joaçaba (SC), teve acesso nesta semana à informações preliminares que revelam as causas do acidente envolvendo um Caça da Força Aérea Brasileira no lago da Usina de Machadinho. O acidente aconteceu no dia 07 de dezembro do ano passado resultando na morte do piloto.

A causa indicada foi em voo rasante a aeronave ter atingido linha de transmissão de energia.

Comandante revela causas de queda de caça AMX Link

Venezuela - OTOMAT um disparo a cada 8 anos

 

Em 2008 DefesaNet noticiou o disparo de um míssil superfície-superfície OTOMAT Mk2, após 13 anos de inatividade. Na época dentro de uma grande manobra “Patria Socialista 2008” liderada pelo então presidente Hugo Chávez.

Nesta semana, numa tentativa de reforçar a sua liderança entre a Fuerza Armada Nacional Bolivariana (FANB) presenciou o disparo de um míssil OTOMAT Mk2. Ocorreu cinco anos após o disparo da Manobra Patria Socialista 2008.


Em uma média temos um disparo de míssil a cada 9 anos.

OTOMAT – Após 5 Anos Venezuela Dispara Míssil Link

OTOMAT - Patrullero naval venezolano disparó por primera vez en 13 años Link

Chega o NPaOc P121 APA


Na sexta-feira, dia 24 de maio, chega ao Rio de Janeiro o Navio-Patrulha Oceânico - Classe Amazonas - NPaOc “Apa”.

Para celebrar esse momento, foi realizado um Desfile Naval que passou pelas orlas do Leblon, Ipanema, Arpoador, Copacabana, Leme e Flamengo.

O navio foi incorporado à Marinha do Brasil, no dia 11 de março, em Portsmouth, Reino Unido. Até chegar ao Brasil, o mais novo Navio-Patrulha da Marinha fez escala em Portugal, Espanha, Mauritânia, Senegal, Gana, Angola e Namíbia.

O terceiro NPaOc Classe Amazonas, o P122 Araguari, chegará em meados deste ano.

Navio-Patrulha Oceânico P121 “Apa” chega ao Rio de Janeiro Link

Embaixadorices

Em Nota, a Embaixada da França desmente que o Embaixador, Bruno Delayne, tenha afirmado na terça-feira, 14, ao presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), da Câmara dos Deputados, Nelson Pellegrino (PT-BA), a abertura de uma fábrica de helicópteros para uso civil pela Eurocopter no Brasil. Disse ainda que a DCNS, parceira no desenvolvimento de submarinos, pretende abrir uma unidade no país para produzir fragatas para a Marinha.

A CREDN não retificou a sua nota assim como não emitiu comunicado.

 
Cyberwar
O mais comum, tradicional e efetivo processo de Guerra Cibernética é detalhado em artigo de Luis Campos, da Kryptus Soluções em Segurança da Informação.

Em Agosto de 2008, durante a guerra da Ossétia do Sul, hackers russos inundaram de tráfego malicioso os backbones de internet da Geórgia, para que os Georgianos não soubessem o que estava acontecendo no front de batalha, nem através de sites estrangeiros como CNN ou BBC.

Como um pequeno número de hackers consegue tirar do ar um serviço do governo ou de um banco? Link
 
 

SGDC

As empresas participantes da seleção em curso pela VISIONA dentro do Programa SGDC (Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações), estão empenhadas em difundir suas notícias.

As empresas são:

- Mitsubishi Electric Corporation – MELCO (Japão);
- Space Systems Loral (Estados Unidos – Canadá);,
- Thales Alenia Space (França-Itália).

É esperada uma decisão para a segunda quinzena de junho ou início de julho próximos.

LAAD Bastidores 6 - SGDC - A Guerra dos Satélites Link
Super Tucano – As Conquistas do Pequeno Notável


Desenvolvido a partir de uma necessidade da Força Aérea Brasileira, o Super Tucano mostra o seu valor no Brasil e no Mundo. O avião é o primeiro fabricado fora dos Estados Unidos a ser utilizado pela Força Aérea Americana (USAF).

Vale a pena ler o artigo do Tenente Humberto Leite, publicado na revista Aerovisão no momento em que os Super Tucano operam atuam na Operação Ágata 7.

Super Tucano – As Conquistas do Pequeno Notável Link

 

Canais DefesaNet
Facebook Fanpage Link
You Tube http://www.youtube.com/defesanet
Twitter http://twitter.com/defesanet

Para receber o DN inscreva-se na página inicial do DefesaNet