28 de Agosto, 2012 - 16:24 ( Brasília )

Navio-sonda da Petrobras chega ao Brasil

navio Amaralina Star pode explorar poços de até 12 mil metros de profundidade

A QGOG Constellation, compa­nhia prestadora de serviços de perfuração e de produção de pe­tróleo e gás, anunciou ontem que chegou ao Brasil, no sába­do, o navio-sonda Amaralina Star, que será operado pela Quei­roz Galvão Óleo e Gás (QGOG), uma de suas subsidiárias.

A unidade opera em águas ultraprofundas, em lâminas d"água de até 3 mil metros e poços de até 12 mil metros de profundidade, com capacida­de de atuar na área do pré-sal, disse a QGOG em nota.

"É um equipamento de ponta e com significado especial para nossa empresa, por ser o primei­ro navio-sonda que vamos ope­rar, expandindo o nosso know­how na área de operações offshore", afirmou o diretor-ge- ral da companhia, Leduvy Gouvea, em comunicado.

O Amaralina Star foi construí­do pelo estaleiro Samsung Hea­vy Industries, na Coreia do Sul, assim como o navio-sonda La­guna Star, também da QGOG Constellation, atualmente em construção, e a ser também ope­rado pela QGOG.

As duas unidades estão freta­das para a Petrobras em um con­trato de seis anos, que pode ser renovado por mais seis.

Segundo a nota, os serviços de perfuração serão de responsa­bilidade da QGOG.

A QGOG Constellation é a maior empresa de controle bra­sileiro prestadora de serviços de perfuração e de produção no setor de óleo e gás por meio de sua subsidiária Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG), e de afreta- mento de sondas offshore e onshore.