24 de Julho, 2012 - 09:34 ( Brasília )

Marinha participa do Planejamento da Operação PANAMAX-2012


No período de 9 a 13 de julho, foi realizado, nas instalações da Estação Naval de Mayport (EUA), o planejamento das ações a serem desenvolvidas no Teatro de Operações Marítimo durante a Operação PANAMAX-2012.

A Marinha do Brasil foi representada por uma delegação de 13 militares, sendo composta por Oficiais do Comando de Operações Navais, Comando-em-Chefe da Esquadra, Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra, Escola de Guerra Naval e Comando da 2ª Divisão da Esquadra.

A Operação é contextualizada em um cenário fictício em que o Conselho de Segurança das Nações Unidas institui, por meio de uma Resolução, a criação de uma Força Multinacional, composta por 17 países, cuja tarefa é impedir que grupos armados interfiram na operação segura do Canal do Panamá, garantindo a estabilidade e a segurança da navegação na região.

A Força Multinacional será composta por diversos Comandos Combinados, com vertentes Terrestre, Aérea, de Operações Especiais e Marítima. Coube à Marinha do Brasil exercer a função de CFMCC (Combined Forces Maritime Component Command).

Marcando, efetivamente, o início da semana de trabalho, o Comandante da 2ª Divisão da Esquadra da Marinha do Brasil, Contra-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho, designado como CFMCC, conduziu uma apresentação contendo as diretrizes a serem observadas durante o planejamento. Partindo-se dessas orientações e de outros documentos importantes que descrevem a área de operações e as tarefas específicas a serem desencadeadas no mar, cerca de 60 militares e civis, representantes de oito países, puderam conceber o conceito da Operação. Todo o processo de planejamento foi conduzido pela Marinha, seguindo a doutrina da Marinha Norte-Americana e com apoio de Instrutores do Naval War College.

Ao término dos cinco dias de trabalho, o planejamento foi apreciado e aprovado pelo Comandante da 2ª Divisão da Esquadra. A execução do exercício será conduzida no período de 6 a 17 de agosto, como Jogo de Guerra, com meios navais, aeronavais e de fuzileiros navais simulados.