20 de Julho, 2012 - 11:05 ( Brasília )

Navio-Escola “Brasil” realiza XXVI Viagem de Instrução de Guardas-Marinha


Em 6 de julho, o Navio-Escola (NE) “Brasil” suspendeu da Base Almirante Castro e Silva (BACS), localiza em Niterói (RJ),  para realizar a XXVI Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (XXVI VIGM), que contou com a presença do Comandante-em-Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira e do Comandante da Força de Superfície, Contra-Almirante Antonio Reginaldo Pontes Lima Junior.

A viagem de instrução dos futuros Oficiais tem como propósito ministrar aulas práticas de navegação, meteorologia, marinharia, operações navais, controle de avarias, administração naval, liderança, embarque e carregamento, bem como proporcionar a participação ativa dos futuros Oficiais na vida de bordo.

O NE “Brasil” visitará 22 portos em 18 países, começando pelo porto de Natal (Brasil), seguindo-se: Las Palmas e Barcelona (Espanha); Pireu (Grécia); Istambul (Turquia); Civitavecchia (Itália); Toulon (França); Lisboa (Portugal); Amsterdam (Holanda); Copenhagem (Dinamarca); Hamburgo (Alemanha); Londres (Inglaterra); Le Havre (França); Baltimore e Fort Lauderdale (EUA); Cancun (México); Cartagena (Colômbia); Guayaquil (Equador); Callao (Peru); Valparaíso (Chile); Montevidéu (Uruguai); e Buenos Aires (Argentina).

Em cada uma destas localidades, o Navio será visitado por autoridades civis e militares, brasileiros a serviço do Estado e estrangeiros, bem como por representantes da sociedade local, a convite de nossas Embaixadas, contribuindo para o estreitamento dos laços de amizade com as nações amigas, atuando como uma embaixada itinerante. Neste sentido, são realizadas exposições a bordo sobre assuntos de relevância nacional, bem como a divulgação de produtos nacionais de destaque no comércio internacional.

A Turma “Marquês de Tamandaré” é composta por 184 Guardas-Marinha, sendo 122 do Corpo da Armada, 31 do Corpo de Fuzileiros Navais e 31 do Corpo de Intendentes da Marinha. Participam, ainda, como convidados, três Servidores Civis, um 2º Tenente da Força Aérea Brasileira, um Aspirante-a-Oficial do Exército Brasileiro, dois integrantes da Marinha Mercante Nacional, um diplomata do Ministério das Relações Exteriores e Oficiais da Armada da República Argentina, Armada da República do Chile, Marinha dos Estados Unidos da América, Marinha Nacional da França, Marinha de Guerra do Peru, Marinha de Portugal e Armada da República Oriental do Uruguai.