02 de Abril, 2012 - 09:15 ( Brasília )

Fragata “Independência” suspende para participar de dois exercícios com a Marinha norte-americana


No dia 24 de março, a Fragata “Independência” partiu do Rio de Janeiro (RJ) em direção aos Estados Unidos da América para participar de dois exercícios: a “COMPTUEX” e a “FLEETEX”. Este último ocorrerá concomitantemente com as comemorações alusivas ao bicentenário da Guerra de 1812, vista por alguns historiadores como a “Segunda Guerra de Independência dos Estados Unidos”.

No primeiro exercício, o navio vai operar integrado a um Grupo de Batalha do Porta-Aviões Nuclear “Dwight Eisenhower”. Na ocasião, serão conduzidos treinamentos de interdição marítima (Maritime Interdiction Operation – MIO), guerra anti-submarina, exercícios de tiro com canhões e lançamento de chaff, entre outros.

Na segunda fase da viagem, o navio participará do exercício Fleetex, onde serão realizados diversos treinamentos táticos, culminando com uma atividade de confronto de forças. O evento contará com a participação de navios de Marinha de diversos países como: Alemanha, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos da América, Inglaterra, Noruega e Portugal, sendo o Brasil o único país não pertencente à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) a integrar este exercício.

A Fragata “Independência” terá como missão representar o Brasil perante esses países e adquirir novos conhecimentos operacionais, além de aumentar o grau de adestramento nos procedimentos já realizados pela Marinha do Brasil. A participação do navio nos exercícios comprova a capacidade que a Força possui de operar integrada a um Grupo-Tarefa internacional e mostra a importância do Brasil no cenário da defesa marítima em qualquer parte do mundo, por longos períodos de permanência afastado do porto sede, como é o caso desta missão, onde a Fragata “Independência” passará cerca de 125 dias afastada do Rio de Janeiro.