16 de Março, 2012 - 09:35 ( Brasília )

Lancha-Balizadora “Fomalhaut” apoiará às ações de Inspeção Naval e salvamento em mar aberto


Após passar dois meses em reparos, a Lancha-Balizadora “Fomalhaut”, da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR), regressou a Paranaguá (PR), no dia 7 de março, com importantes melhorias, que ampliaram seu campo de atuação. Preparada originalmente para atuar no apoio à sinalização e balizamento da área de jurisdição da CPPR, a Lancha, agora, servirá também como apoio às ações de Inspeção Naval e salvamento em mar aberto.

Durante o período de manutenção, a “Fomalhaut” teve recuperados equipamentos de bordo e recebeu novos sistema de apoio à navegação. Entre as melhorias estão a instalação de moderno sistema de monitoramento com câmeras, novos holofotes de busca e sistema de rádio-comunicação com alcance aeronáutico. Houve, ainda, a implementação de novos acessos à praça de máquinas e reformulação das acomodações, permitindo maiores condições de segurança e conforto aos tripulantes e às pessoas que tenham sido resgatadas em missões de socorro.

“A preocupação constante é com a disponibilidade dos meios navais para atender nossa missão quanto à segurança do tráfego aquaviário e à salvaguarda da vida humana. Muitas das melhorias realizadas foram indicadas pela nossa tripulação e feitas para suprir uma lacuna que existia na área de socorro e salvamento da Capitania. Apesar de termos sucesso em nossas missões no mar, sempre é possível buscar o aprimoramento para melhor cumpri-las”, ressaltou o Capitão dos Portos do Paraná, Capitão-de-Mar-e-Guerra José Henrique Corbage Rabello.

O Capitão dos Portos destacou, ainda, que a “Fomalhaut” será empregada na formação de aquaviários e no aperfeiçoamento da tripulação da CPPR. Outro propósito é atuar no projeto “Capitania Itinerante”, que busca uma ação de presença mais intensa ao longo de sua área de jurisdição.