15 de Fevereiro, 2012 - 09:01 ( Brasília )

Batimento da Quilha do Navio-Patrulha de 500 toneladas MIRAMAR


No dia 15 de fevereiro, ocorrerá o Batimento da Quilha do Navio-Patrulha (NPa) Miramar, em cerimônia presidida pelo Diretor-Geral do Material da Marinha, Almirante-de-Esquadra Arthur Pires Ramos, nas dependências do Estaleiro Ilha S.A.(EISA), no Rio de Janeiro. É o terceiro Navio-Patrulha da série de cinco navios contratados pela Diretoria de Engenharia Naval a esse Estaleiro.

O NPa Miramar faz parte de uma série de 27 navios a serem construídos a partir do projeto desenvolvido pela empresa francesa “Constructions Mécaniques de Normandie” – CMN, e possuem as seguintes características:


-        Comprimento total: 54,20 m;
-        Boca moldada: 8,00 m;
-        Calado máximo: 2,48 m;
-        Deslocamento carregado: 500 t;
-        Velocidade máxima mantida: 21 nós;
-        Tripulação: 35 + acomodações extras para 8; e
-        Armamento: 1 canhão de 40 mm e 2 metralhadoras de 20 mm.

Os dois primeiros navios da classe, encomendados ao estaleiro INACE, o NPa Macaé e o NPa Macau, já foram incorporados à Marinha e terão como sede as cidades do Rio de Janeiro e de Natal, respectivamente.

O NPa Miramar será o 5º Navio-Patrulha da Classe Macaé. Os navios desta Classe recebem nomes de localidades litorâneas, iniciadas com a letra “M”, obedecendo a localização dentro da região dos Comandos Distritais onde irão operar, no caso, o 3ºDistrito Naval.

Esses navios se destinam ao patrulhamento das Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), devendo executar diversas tarefas, dentre elas a de, em situação de conflito, efetuar a vigilância e defesa do litoral, de áreas marítimas costeiras e das plataformas de exploração/explotação de petróleo no mar e contribuir para defesa de porto; e, em situação de paz, promover a fiscalização que vise ao resguardo dos recursos do Mar Territorial, Zona Contígua e Zona Econômica Exclusiva (ZEE), de repressão às atividades ilícitas (pesca ilegal, contrabando, narcotráfico e poluição do meio ambiente marinho), contribuir para a segurança das instalações costeiras e das plataformas marítimas contra ações de sabotagem e realizar operações de busca e salvamento na área de responsabilidade do Brasil.

O EISA – Estaleiro Ilha S/A venceu a licitação para a construção do segundo lote de Navios-Patrulha, ao qual se integra o NPa Miramar, se comprometendo, com isso, a investir na sua capacitação tecnológica para construir navios militares, gerando empregos e contribuindo para o fortalecimento da industria de material de defesa.