11 de Janeiro, 2012 - 11:07 ( Brasília )

Marinha do Brasil Lança Operação Verão nos estados da região Sul


Com a finalidade de fiscalizar embarcações em todo o País, como também orientar a população sobre a importância da salvaguarda da vida humana no mar, a Marinha do Brasil, representada pelo Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN), iniciou no dia 19 de dezembro de 2011 a Operação Verão 2011/2012, nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O término da Operação está previsto para o dia 16 de março.

Durante as ações, os militares fiscalizam, entre outros pontos, o excesso de lotação das embarcações, disponibilidade de coletes salva-vidas e sinalização.

A Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul (CPRS) vem realizando ações de Inspeções Navais e de Presença nas diversas localidades de balneabilidade e concentração de embarcações de esporte recreio nas regiões de praias e no interior do Estado, sendo as mais frequentes a Região da Praia do Cassino, Lagoa dos Patos e Molhes da Barra, na cidade do Rio Grande;  Praia do Mar Grosso, no Município de São José do Norte; Praia do Laranjal e Canal de São Gonçalo, em Pelotas; além dos Municípios de São Lourenço do Sul, Tapes e Arambaré. Na região da Lagoa Mirim, estão sendo fiscalizadas as cidades de Santa Vitória do Palmar e Jaguarão, entre outras.

Em Santa Catarina, a Operação Verão vem desenvolvendo ações diárias de conscientização, orientação e Inspeção Naval, nas áreas de maior concentração de embarcações da Ilha de Santa Catarina e arredores, notadamente na Baía Norte (Jurerê, Canasvieiras e Tinguá), Lagoa da Conceição e Baía Sul, bem como na Ilha do Campeche e na Praia da Guarda do Embaú.

As principais infrações notificadas são referentes à condução de embarcações por patrão não-habilitado e/ou sem registro da embarcação e tráfego em áreas reservadas aos banhistas, a menos de 200 metros da costa.

No Paraná, a Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) realiza a Operação no Litoral do Estado. Diariamente, equipes de Inspeção Naval percorrem diferentes pontos das baías de Paranaguá e de Guaratuba, ilhas e demais acessos marítimos, com o propósito de fiscalizar embarcações e orientar navegadores quanto à segurança da navegação, com o cumprimento das normas vigentes. Até o dia 3 de janeiro, a CPPR inspecionou 437 embarcações, apreendeu outras seis e emitiu 52 notificações.

As aeronaves do 5º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-5) também estão atuando na salvaguarda da vida humana nas águas jurisdicionais do Com5ºDN. 

Seguem os cinco passos para uma navegação segura: 

1 – Não conduza uma embarcação se ingerir bebida alcoólica.
Conduzir embarcações sob efeito de bebidas alcoólicas, não é somente ilegal, é uma atitude irresponsável;
2 – Seja habilitado para navegar.
A segurança da navegação depende do seu conhecimento das regras e legislação vigente. A obtenção da habilitação confirma a sua qualificação para conduzir embarcações;
3 – Esteja preparado!
Instale na sua embarcação os equipamentos de segurança necessários, abasteça a mesma com combustível suficiente e só navegue na área para a qual a mesma foi classificada;
4 – Consulte os boletins meteorológicos.
Antes de suspender, conheça as condições de tempo e mar, verificando os boletins meteorológicos expedidos pelo Centro de Hidrografia da Marinha. Acesse: www.dhn.mar.mil.br
5 – Use seu colete salva-vidas.
Legalmente você deve dotar um por pessoa a bordo, de tamanho apropriado para cada passageiro. Para maior segurança, não basta ter o colete a bordo, USE-O!