14 de Novembro, 2011 - 12:37 ( Brasília )

Atuação da segurança evita ação de invasores no porto de Imbituba


A violação do perímetro de segurança do Porto de Imbituba, por indivíduos vindos de uma cidade vizinha, colocou à prova o desempenho do aparato de segurança contra terrorismo e mobilizou a Guarda Portuária, Polícia Militar e Polícia Civil em Imbituba na última semana.

Utilizando ferramentas sofisticadas e aproveitando a ausência de operações, os elementos cortaram os cadeados de um portão lateral, momento em que foram detectados pelo sistema de monitoramento eletrônico, através do circuito fechado de televisão – CFTV e barrados na nova portaria do recinto alfandegado do porto, evadindo-se em seu próprio veículo. A partir daí foi acionada a Polícia Militar que, em face da permanente integração com a segurança do Porto de Imbituba, teve capacidade de resposta imediata e prontamente deteve os invasores e os conduziu à Polícia Civil, onde foram autuados.

O Administrador do Porto, Jeziel Pamato de Souza, reuniu o contingente da Guarda Portuária de serviço na noite da ocorrência e elogiou o desempenho, liderado pelo chefe de equipe, vigilante Emerson Mota, recomendando que, apesar do ambiente geralmente tranquilo, a segurança nunca deve ser descuidada, como ficou demonstrado pelo incidente. Aproveitou para agradecer o apoio recebido de ambas as polícias, Militar e Civil, numa demonstração da importância de se manter uma ação compartilhada com a Guarda Portuária para maior segurança das cargas e do patrimônio público portuário.

A Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos e Terminais – CESPORTOS também está sendo acionada, uma vez que o patrimônio do Porto de Imbituba pertence à União, o que remete a investigação e providências também à esfera federal.