12 de Novembro, 2019 - 10:55 ( Brasília )

Navios da Esquadra Brasileira atracam no Porto de Suape-PE para a Operação “Amazônia Azul–Mar limpo é vida”


O Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico” e o Navio Doca Multipropósito “Bahia” atracaram, hoje (10), no Porto de Suape-PE. Eles se unirão a navios distritais que já monitoram e atuam em combate às manchas de óleo nas praias do litoral nordestino, e a mais nove meios navais e seis aeronaves que estão sendo empregados na Operação “Amazônia Azul, Mar limpo é vida”.

Durante a operação, serão realizadas ações de limpeza nas praias, manguezais e arrecifes, com o emprego de fuzileiros navais e mergulhadores de combate.

Médicos e profissionais de saúde da Marinha também participam da operação para analisar aqueles que tiveram contato com o óleo. Os dados recolhidos serão reunidos em um relatório que será encaminhado ao Ministério da Saúde.

Censo para levantar informações sobre contaminação com óleo


Fuzileiros navais realizaram, hoje (11), na cidade de Sirinhaém-PE, um censo para identificar se há pessoas contaminadas com o óleo derramado no mar. A ideia é orientar e encaminhar aqueles que necessitem de atendimento médico para unidades de saúde do município ou para que sejam assistidos pela equipe de saúde da Marinha que está no local.

De acordo com o Capitão de Fragata, médico, João Francese Neto, questionários estão sendo aplicados em quatro áreas identificadas como suscetíveis à contaminação. “Buscamos levantar se há sintomas de intoxicação ou dermatite desenvolvidos após o contato”, disse.

Limpeza da região

Parte do contingente, composto por cerca de 700 fuzileiros navais, que desembarcou, no dia 10 de novembro, no Porto de Suape-PE, foi designada para realizar ações de monitoramento e limpeza de praias, arrecifes e estuários.

De acordo com o porta-voz do Comando de Fuzileiros da Esquadra, Capitão de Corveta Fuzileiro Naval Ramon Silva Nascimento, foram enviados, hoje (11), militares para a Praia de Xaréu e arrecifes como Muro Alto, Cupe e São José da Coroa Grande. Uma equipe também monitorou o estuário de Sirinhaém.

Limpeza em praia do Rio Grande do Norte

Equipes da Marinha do Brasil estiveram, no sábado (9), no litoral sul do Rio Grande do Norte, na região da Praia da Barra de Tabatinga, atuando na remoção de pequenos resíduos oleosos que apareceram no início do dia.

Para gerir ações de resposta e elucidar os fatos relativos ao derramamento de óleo ocorrido em setembro, no litoral do Nordeste, o Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil, o Ibama e a Agência Nacional de Petróleo, vem realizando um trabalho incessante, desde a primeira aparição de manchas, de monitoramento do litoral e limpeza das praias, além de conduzir investigação sobre causas e circunstâncias do evento.

O GAA continuará atuando, o tempo que for preciso, sem medir esforços, para a redução dos impactos ambientais.

Marinha, Corpo de Bombeiros e órgãos municipais realizam limpeza em Praia de Cumbuco-CE



Marinha, Corpo de Bombeiros, Guardas Municipais e Prefeitura de Caucaia realizaram limpeza, no dia 7 de novembro, na Praia de Cumbuco, localizada a 33 quilômetros a oeste de Fortaleza-CE.

No recolhimento de resíduos, foram empregados 30 militares, seis guardas municipais, 10 militares do Corpo de Bombeiros e 15 funcionários da prefeitura de Caucaia.



ÚLTIMAS

MAIS LIDAS