26 de Fevereiro, 2019 - 15:40 ( Brasília )

Visita Técnica da DGDNTM marca o início da implantação do Parque Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro


os dias 18 e 19 de fevereiro, o Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha e comitiva realizaram uma visita à Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI) e seus ambientes promotores de inovação, em Florianópolis–SC.

A visita teve como propósito apresentar ao Diretor-Geral as instalações e o trabalho desenvolvido pela Fundação CERTI, que recentemente assinou contrato com a Marinha do Brasil (MB) para a implantação de um Parque Tecnológico da Marinha no Complexo da Ribeira, Ilha do Governador-RJ.

A CERTI, entre as várias áreas de atuação no Setor de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), possui expertise na modelagem e implantação de Parques Tecnológicos e, atualmente, auxilia no planejamento e implantação de 26 destes Parques, distribuídos pelo território nacional.

O propósito da criação do Parque Tecnológico é concentrar, em uma mesma área geográfica empresas, universidades, Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICT), incubadoras e aceleradoras para que, de forma sinérgica, promovam um ambiente propício à inovação tecnológica com soluções que impactem positivamente os projetos da Marinha e a sociedade.

A expectativa é de que futuras comercializações das tecnologias de caráter “dual”, produzidas neste empreendimento, possibilitem, além do contínuo aprimoramento da CT&I, a formação de novas capacitações nacionais e o recolhimento de royalties sobre os produtos desenvolvidos.

A implantação do Parque Tecnológico na Ilha do Governador ocorrerá em cinco Fases, compreendendo: Estudo de Viabilidade (Fase 0); Desenvolvimento (Fase 1); Pré-implantação (Fase 2); Implantação (Fase 3); e Operação (Fase 4).

Como parte das obrigações contratuais das Fases 0 e 1, previstas no atual escopo do Projeto, no corrente mês, uma equipe da MB está sendo capacitada no tema "Parques Tecnológicos" e, também, ocorrerá uma "Reunião de Kick-off", na qual serão detalhadas estas fases do contrato.

Em março, ocorrerá um Workshop de nivelamento, direcionado aos principais interlocutores do Setor de CT&I que, futuramente, poderão se instalar no Parque Tecnológico da Marinha. Por meio destes passos, a Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM) inicia o processo de criação de um Ecossistema de Inovação, ambiente no qual organizações irão interagir, de forma harmônica e sustentável, buscando desenvolver projetos conjuntos, aprendizado mútuo e criações inovadoras.

A iniciativa possibilitará condições para que tenhamos, em breve, a integração do Parque Tecnológico na Ilha do Governador com atividades científicas e tecnológicas do Centro Experimental de ARAMAR, do Complexo Naval de Itaguaí e de outros demandantes do Setor de CT&I da Força Naval, em prol de soluções inovadoras e nos colocando na fronteira do conhecimento para revolucionar e melhor atender as necessidades da MB.



ÚLTIMAS

MAIS LIDAS