26 de Outubro, 2018 - 11:35 ( Brasília )

Fragata “Independência” regressa de missão de paz no Líbano


No dia 20 de outubro, a Fragata “Independência” regressou a sua sede, no Rio de Janeiro, após ser o capitânia da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL), de 15 de março a 15 de setembro.

Depois de cumprir escalas logísticas nos portos de Natal-RN, Praia (Cabo Verde) e Toulon (França), o navio aportou em Beirute, no Líbano, em 8 de março, onde substituiu a Corveta “Barroso”, como capitânia da FTM-UNIFIL.

No regresso ao Rio de Janeiro, a Fragata “Independência” realizou escalas nos portos de Valência (Espanha), Las Palmas (Espanha) e Salvador-BA. Ao atracar na Base Naval do Rio de Janeiro, a tripulação da Fragata foi recepcionada por familiares e amigos.

 

A missão UNIFIL foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1978, e seu componente marítimo – a FTM, em 2006, com as tarefas de impedir a entrada de armas e materiais correlatos em território libanês e prestar apoio para o desenvolvimento da Marinha do Líbano, no que tange o treinamento de pessoal, para que esta seja capaz de controlar suas águas territoriais.

Nos seis meses em que integrou a FTM-UNIFIL, a Fragata “Independência” operou com navios das marinhas da Alemanha, Bangladesh, Grécia, Indonésia e Turquia.

Tripulação da Fragata “Independência” formada no convoo do navio