17 de Setembro, 2018 - 14:50 ( Brasília )

Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico recebe visita do EMCFA e das Forçassita-do-emcfa-e-das-forças


Nesta terça-feira (12), no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ), na Ilha das Cobras, o novo navio capitânia da Esquadra brasileira, o Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) Atlântico, recebeu a visita de 29 militares das três Forças (Marinha, Exército e Aeronáutica), integrantes da comitiva chefiada pelo chefe do Estado-Maior Conjunto da Forças Armadas, almirante de Esquadra Ademir Sobrinho.

O objetivo da visita foi apresentar as capacidades do PHM Atlântico para as operações conjuntas das Forças Armadas, como o embarque de helicópteros e o guarnecimento de instalações médicas. A operação conjunta com as três Forças já era feita rotineiramente pela Marinha do Reino Unido e pretende-se dar continuidade, agora, no Brasil.

Recebidos pelo comandante em Chefe da Esquadra, vice-almirante Alipio Jorge Rodrigues da Silva, a comitiva do Ministério da Defesa contou, ainda, com o chefe de Operações Conjuntas (CHOC), tenente-brigadeiro do Ar Baptista Junior; o chefe de Assuntos Estratégicos, almirante de Esquadra Viveiros; e o chefe de Logística (CHELOG), general de Exército Laerte.

PHM “Atlântico” Com o comprimento de 203,4 metros e deslocamento de 21.500 toneladas, o navio pode operar sete helicópteros em seu convoo e transportar até 12 aeronaves em seu hangar. Possui ainda a capacidade de transportar até 800 Fuzileiros Navais e projetá-los por meio de movimento helitransportado, ou por meio de quatro lanchas de desembarque.

A chegada ao Rio de Janeiro ocorreu em 25 de agosto último. O “Atlântico” será empregado na garantia da segurança marítima no Atlântico Sul e no estreitamento dos laços de cooperação com Marinhas amigas.