14 de Março, 2011 - 13:05 ( Brasília )

Rolls-Royce Desenvolve sistema Avançado de reabastecimento para a Royal Navy

Rolls-Royce Fecha Contrato de £25 Milhões com a Royal Navy para Sistemas de Reabastecimento no Mar

A Rolls-Royce, empresa global de sistemas de energia, foi selecionada para fornecer um sistema ímpar de reabastecimento no mar para a Royal Navy. O sistema possibilitará a transferência entre navios, de cargas mais pesadas do que antes, mais do que dobrando a quantidade de suprimentos vitais que podem ser deslocados entre navios.

A Rolls-Royce já completou a fase de detalhamento do projeto e esse recente contrato, no valor de £25 milhões, inclui a construção de um demonstrador em terra para ensaiar o novo equipamento.

O Comodoro Preston, Chefe de Suporte Embarcado da organização de Equipamento de Defesa e Suporte do Ministério da Defesa, declarou: “Estamos satisfeitos que o contrato para essa vital instalação de treinamento tenha sido assinado. Esse equipamento ajudará as tripulações da Royal Navy (Marinha Real) e da Royal Fleet Auxiliary (Real Esquadra Auxiliar) a treinar em cenários operacionais de tempo real num ambiente seguro e controlado, antes de executar a tarefa no mar”.

Richard Dingley, Vice-presidente Sênior do Setor Naval-Reino Unido da Rolls-Royce, declarou: “O reabastecimento no mar é uma parte vital das modernas operações navais, e estamos satisfeitos de estarmos sendo pioneiros em um sistema inovador, que dará à Royal Navy uma capacidade inigualada no mundo. Os requisitos operacionais excedem os atualmente em uso em qualquer marinha do mundo. A capacidade de mover cargas mais pesadas rapidamente e em segurança será essencial para o futuro da Esquadra”.

O demonstrador será construído na instalação de treinamento primário da Royal Navy HMS Raleigh, próxima a Plymouth. Ele será usado para treinar operadores de todos os navios de superfície da Royal Navy num ambiente operacional realístico.

 

1 - A Rolls-Royce é um dos líderes mundiais no fornecimento de sistemas de energia e serviços para uso em terra, no mar e no ar, estabeleceu uma posição forte em mercados globais — aeroespacial civil, aeroespacial militar, marítimo e de energia.

2 - Como resultado dessa estratégia, a empresa tem atualmente uma ampla base de clientes que inclui mais de 500 companhias aéreas, 4.000 operadores corporativos e governamentais de aviões e helicópteros, 160 forças armadas, mais de 2.500 clientes marítimos, incluindo 70 marinhas de guerra, e clientes de energia em aproximadamente 120 países, com uma base instalada de 54.000 turbinas a gás.

3 - A receita anual foi de mais de £10,8 bilhões em 2010, dos quais cerca da metade é proveniente de serviços. A caderneta de encomendas firmes e anunciadas estava em £59,2 bilhões em 31 de dezembro de 2010, resultando em boas perspectivas para os futuros níveis de atividade.

4 - A Rolls-Royce emprega 39.000 funcionários treinados em escritórios, instalações fabris e de serviços, em mais de 50 países. Desses, mais de 11.000 são engenheiros.

5 - Em 2010, a Rolls-Royce investiu £923 milhões em pesquisa e desenvolvimento, e dois terços desse total têm o objetivo de melhorar ainda mais os aspectos ambientais de seus produtos, em particular a redução de emissões.

6 - A Rolls-Royce dá suporte a uma rede global de 28 Centros Universitários de Tecnologia, que conectam os engenheiros da empresa com a vanguarda da pesquisa científica.

7 - O Grupo tem um forte compromisso com o recrutamento de aprendizes e graduados, e em desenvolver a qualificação dos empregados.