06 de Abril, 2016 - 11:00 ( Brasília )

Ministro da Defesa recebe Navio Doca Multipropósito "Bahia"


O ministro da Defesa, Aldo Rebelo, participa nesta quarta-feira, dia 06, em Salvador, da cerimônia de apresentação oficial do Navio Doca Multipropósito (NDM) Bahia. Transferido para a Marinha do Brasil, após acordo de aquisição firmado entre os governos brasileiro e francês, o Navio Bahia foi projetado para transportar tropas, veículos, helicópteros e munição diretamente para uma área de operações, o que irá agregar à Força Naval brasileira importante capacidade de apoio logístico.

Tendo ainda a capacidade de operar em grandes áreas oceânicas e na proteção de plataformas marítimas de petróleo, o Navio contribuirá para o emprego do Poder Naval, na defesa das águas jurisdicionais brasileiras, colaborando com as ações da  Marinha realizadas em parceria com órgãos internacionais e em apoio à política externa do País.

O Bahia possui, ainda, um complexo hospitalar com 500 m², capaz de prestar atendimento médico-odontológico e com acesso direto ao convés de voo principal,  permitindo  que  helicópteros realizem evacuações aeromédicas. Ele possui unidade para tratamento de pacientes críticos e centros cirúrgicos. Essas propriedades permitirão à Marinha do Brasil cumprir com mais eficiência missões de apoio à Defesa Civil, por ocasião de calamidades públicas, de operações de busca e salvamento, de manutenção da paz e de caráter humanitário.

O navio foi adquirido pelo valor aproximado de 80,07 milhões de euros. O investimento contou com o orçamento da Marinha, em 2015, e está sendo complementado com recursos do Ministério da Defesa, em transferências anuais de 2016 até 2018.

A embarcação possui capacidade para transportar e controlar embarcações de desembarque e viaturas anfíbias, de operar mais de um helicóptero de porte médio simultaneamente, destruir ou neutralizar unidades de superfície e submarinos inimigos. O Navio “Bahia” é tripulado por 32 oficiais e 256 praças, possui 168 metros de comprimento e 22 metros de largura, podendo levar até 12 mil toneladas.