13 de Novembro, 2015 - 14:20 ( Brasília )

Marinha do Brasil e AROU aumentam o nível de adestramento dos militares com a Operação ATLANTIS III


Após seis dias de comissão e exercícios operativos, chegou ao fim a Operação ATLANTIS III/2015. Realizada no período de 3 a 9 de novembro, na área marítima de Montevidéu, no Uruguai, a Operação foi conduzida pelo Comando da 2ª Divisão da Esquadra (ComDiv-2) e contou com meios operativos da Esquadra Brasileira e da Armada da República Oriental do Uruguai (AROU).

As simulações de guerra realizadas durante esse período incluíram exercícios de Transferência de Carga Leve, Transferência de Óleo no Mar, Light Line, LeapFrog, ações com o Grupo de Visita e Inspeção, e ações com os Mergulhadores de Combate,  permitindo uma maior integração entre as duas Marinhas e um aumento do nível de adestramento das unidades em ações combinadas.

Durante a Operação, o Grupo-Tarefa brasileiro foi composto pela Fragata “Liberal”, uma Aeronave UH-12/13 orgânica e um destacamento de Mergulhadores de Combate. Já o Grupo-Tarefa do Uruguai foi composto pelo ROU 04 “General Artigas”, ROU 23 “Maldonado” e as aeronaves B-200T e T-34C.

Painel sobre Defesa no Comando Militar do Sudeste

A Marinha do Brasil (MB), atendendo ao convite feito pelo Comando Militar do Sudeste (CMSE) ao Comando do 8º Distrito Naval (Com8°DN), participou, no dia 9 de novembro, do Painel sobre Defesa promovido em São Paulo.

Nesta edição, o tema abordado foi: A situação do Oriente Médio e seus reflexos para o Brasil; tendo como palestrantes renomados professores, um jornalista e o representante da MB, o Capitão dos Portos de São Paulo, que apresentou as considerações sobre a participação da Marinha nas operações da Força Interina das Nações Unidas no Líbano.

Participaram do evento o Comandante Militar do Sudeste, General-de-Exército Mauro César Lourena Cid; o Comandante do Quarto Comando Aéreo Regional (IV COMAR), Major-Brigadeiro-do-Ar Marcelo Kanitz Damasceno; o Comandante da 2ª Região Militar, General-de-Divisão Cláudio Coscia Moura; o Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Sudeste, General Ryuzo Ikeda; o Chefe do Estado-Maior do 8º Distrito Naval, Capitão-de-Mar-e-Guerra Daniel Américo Rosa Menezes; e uma plateia de 300 pessoas que incluiu professores, alunos universitários do curso de relações internacionais e diversas autoridades civis.