19 de Outubro, 2015 - 10:20 ( Brasília )

MB participa da Operação Anhanduí com emprego conjunto inédito das lanchas do EB


No dias 14 e 15 de outubro, a Marinha do Brasil, por meio de meios subordinados ao Comando do 6º Distrito Naval, executou uma das Ações Críticas específicas da Operação Anhanduí, sob a coordenação Ministério da Defesa, onde foram reunidas tropas, equipamentos, veículos, embarcações e aeronaves, a fim de demonstrar e testar a capacidade operacional das Forças Armadas em situações de conflito no ambiente ribeirinho.

A Força Naval Componente participou da Operação com 5 navios, 1 aeronave UH-12 e 50 Fuzileiros Navais de Ladário, além de uma embarcação de Apoio Fluvial que atuou como figurativo inimigo.

Destacou-se nesta Operação a participação de 4 Lanchas Guardian 25 do Exército Brasileiro, pela primeira vez adjudicadas à Força Naval Componente, de forma a operar em conjunto com a Marinha do Brasil em águas pantaneiras.

As Guardian 25 têm a capacidade de transportar 12 militares armados e equipados. Suas estruturas de combate permitem ainda a instalação de metralhadoras e lançador de granadas.

Estes meios, além de possuir um calado máximo de 0,65m, ampliaram a velocidade de reação e a versatilidade da Força Naval Componente, permitindo a partir de agora o desenvolvimento do emprego doutrinário destes meios em operação eminentemente conjunta, na fronteira oeste do País.

Fiems alinha com Marinha participação em fórum sobre rumos da hidrovia do Rio Paraguai¹

Durante reunião nesta quinta-feira (15/10), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, alinhou com o comandante do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil, contra-almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar, a participação no “Fórum Rumos da Hidrovia: Ações para o Desenvolvimento Sustentável do Transporte no Rio Paraguai”, que será realizado de 25 a 27 de novembro deste ano no Nacional Palace Hotel, em Corumbá (MS).

Após o encontro, Sérgio Longen destacou a importância da proximidade da Fiems com a Marinha do Brasil e a realização do evento. “O fórum sobre a hidrovia do Rio Paraguai é o resultado de um trabalho que iniciamos há quase dois meses. O comandante se dispôs a construir esse evento que reunirá discussões que atendam tanto a Marinha quanto o setor privado. Vimos que desde a chegada do contra-almirante houve preocupação com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul e nós sempre esperamos parceiros como a Marinha”, declarou.

O comandante do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil destacou que o intuito do Fórum, que contará com a parceria da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar), é debater o desenvolvimento sustentável do transporte no Rio Paraguai e vai reunir representantes do setor empresarial, tanto de Mato Grosso do Sul quanto do Mato Grosso, além de representantes dos governos estaduais, universidades, e de órgãos do Governo Federal. “É de extrema importância a presença da Fiems, pois reúne as indústrias do Estado e também pelo tema que envolve o transporte de mercadorias pelo Rio Paraguai”, pontuou.

¹com Jornal Agora MS