11 de Agosto, 2015 - 14:30 ( Brasília )

MB realiza, pela primeira vez, uma operação marítima em conjunto com a Marinha Japonesa


A Marinha do Brasil realizou, pela primeira vez, uma operação naval com a Marinha do Japão. A PASSEX foi promovida nos dias 7 e 8 de junho nas águas jurisdicionais do Rio de Janeiro (RJ), sob o Comando da 2ª Divisão da Esquadra. Participaram da ação a Fragata “Liberal” e o Navio-Escola “Kashima”, do Japão. 

Os navios dos dois países realizaram exercícios de manobras táticas, Leap Frog, Ligth Line e Cross Deck. Todos os exercícios foram acompanhados de perto pelos oficiais japoneses que estiveram a bordo da Fragata brasileira, assim como militares brasileiros também puderam conhecer a rotina do navio japonês. Essas atividades contribuíram para o adestramento e para a interoperabilidade das duas marinhas, reforçando assim os laços de amizade entre dos dois países.

A Operação PASSEX garante que as Marinhas do Brasil e do Japão sejam capazes de se comunicar e cooperar em tempos de guerra ou de ajuda humanitária.

Comando do 3º Distrito Naval e Marinha Japonesa homenageiam Patrono da Marinha do Brasil

A Praça do Arsenal, ao lado da Capitania dos Portos de Pernambuco, em Recife (PE), foi o cenário de uma das ações que marcaram as comemorações aos 120 anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação entre Brasil e Japão. No dia 29 de julho, uma cerimônia de aposição floral no Busto do Almirante Tamandaré, homenageou o Patrono da Marinha do Brasil.

Participaram da solenidade o Comandante do 3º Distrito Naval, Vice-Almirante Afrânio de Paiva Moreira Júnior, o Embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda, e o Comandante da Esquadra de Treinamento do Japão, Contra-Almirante Yasuki Nakahata.

A Esquadra Japonesa, que esteve em Recife entre os dias 28 e 31 de julho, está em navegação transoceânica de treinamento, com 710 militares à bordo, sendo 169 Guardas-Marinha recém-formados na academia militar do Japão. Após Recife, os navios de treinamento “Kashima” e “Shimayuki” e o navio de escolta “Yamagiri”, seguem para os portos do Rio de Janeiro e de Santos, onde realizarão mais atividades, junto à Marinha do Brasil, para comemorar o Tratado histórico entre as duas nações.



Leia também:
Navios da Marinha do Japão chegam a Santos para treinamento (Link)