30 de Julho, 2015 - 14:20 ( Brasília )

Embarcação Damen RoRo 5612 da Força de Defesa das Bahamas lançada no Vietnã


Este mês, o Damen RoRo 5612 foi lançado no Estaleiro Halong no Vietnã. O RoRo é um dos nove navios Damen encomendados pela Força de Defesa das Bahamas como parte do seu Projeto Sandy Bottom. A

s capacidades multiuso da embarcação serão colocadas em uso pela Força de Defesa numa série de situações, incluindo policiamento, auxílio à navegação (ATON), reabastecimento no mar (RAS), refornecimento de bases da Força de Defesa e da assistência em catástrofes por todo o país insular do Caribe e da comunidade em geral.

A localização das Bahamas na rota dos furacões faz-se imprescindível que o país possua essa capacidade. A Força de Defesa trabalha com a Agência de Gestão de Emergências Nacionais (sigla em inglês NEMA) para a prestação de assistência em catástrofes. A NEMA tem depósitos previamente mobilizados em todo o país, abastecidos com todos alimentos necessários, combustíveis, ferramentas e equipamentos que as Forças de Defesa são responsáveis pelo transporte na eventualidade de uma emergência.

 

Resposta rápida independente

O Damen RoRo 5612 irá fornecer a Força de Defesa um meio de resposta independente e rápida a qualquer situação que possa surgir por toda a extensão de 800 quilômetros do arquipélago. A Damen está fornecendo o navio com um pacote de assistência em catástrofes a bordo, com contêineres modulares contendo  uma cozinha de campo, geradores de energia de emergência, posto de primeiros socorros, instalações de tratamento de água potável e ferramentas para a realização de reparos, entre outras coisas. Os contêineres podem ser facilmente colocados a bordo do navio para transporte e descarregados quando não forem necessários, liberando espaço no convés para outras operações.

 

O Comandante Warren Bain das Forças de Defesa das Bahamas esteve na Holanda, trabalhando em estreita colaboração com a Damen durante todo o projeto. Ele explica: "Com esta embarcação vamos ser capazes de responder a avisos de tempestades mais rápido, mobilizando suprimentos de emergência para onde forem necessários. Depois podemos levar a embarcação para um local seguro, voltando rapidamente para executar um plano de assistência assim que passada a tempestade. Podemos mobilizar esta embarcação onde for preciso, não só nas Bahamas, mas em toda a região do Caribe".
 

Recentemente, os Contêineres de Assistência em Catástrofes para a embarcação passaram com sucesso o seu Teste de Aceitação da Fábrica e já partiu de Amsterdam para Nassau, nas Bahamas, para treinamento local em seu uso e manutenção.

 

O Comandante Bain diz que o treinamento foi um grande sucesso: "Tem indo muito bem. Duas outras agências governamentais das Bahamas ouviram falar sobre os contêineres e vieram para observar o treinamento. Em conseqüência, também manifestaram interesse na aquisição de unidades similares para seus próprios requisitos".

 

O Projeto Sandy Bottom

O Projeto Sandy Bottom considera a Força de Defesa das Bahamas descentralizando suas operações de Coral Harbor, em Nassau para cobrir de forma mais eficaz toda a cadeia de ilhas. Parte disto é uma expansão da frota que inclui nove embarcações da Damen - quatro Stan Patrol 4207 e quatro Stan Patrol 300, bem como o RoRo 5612.

Além disso, a Damen reequipou dois navios existentes de 60 metros Bahamas Class, para integrar a uniformização com as novas construções. O projeto de expansão da frota tem tido uma cooperação muito estreita entre a Damen e as Forças de Defesa e foram  de benefício mútuo.


O Diretor de Vendas da Damen Sr.Sander van Oord diz: "Na Damen nós entendemos o cliente, neste caso, a Força de Defesa das Bahamas, exige certa funcionalidade e não apenas embarcações. Eles têm certas responsabilidades como resposta a catástrofes e tentamos ajudar a proporcionar tal capacidade, mesmo quando isso significa expandir o nosso escopo de fornecimento para além da entrega da embarcação.

Poder realizar operações de manutenção da frota é outro recurso que a Força de Defesa deve possuir. É por isso que a Damen assegurou elementos comuns entre sistemas e equipamentos dos diferentes navios - mesmo extensivo ao reequipamento das embarcações da classe Bahamas - e tripulação e pessoal de manutenção treinados no seu uso".