30 de Outubro, 2014 - 14:35 ( Brasília )

Navio-Escola “Brasil”cruza o Canal de Kiel


O Navio-Escola “Brasil”, na noite de 16 de outubro, cruzou o Canal de Kiel, durante a travessia do porto de Helsinque, na Finlândia, para o porto de Hamburgo, na Alemanha.

O “Nord-Ostsee Kanal”, ou Canal de Kiel, como é mais conhecido, possui 98,7 Km de extensão e 11 metros de profundidade. Esse canal liga o Mar do Norte ao Mar Báltico, possui duas eclusas e está aberto ao tráfego regular de embarcações desde 1895.

Essa foi uma experiência única na formação dos Guardas-Marinha. Eles acompanharam o Detalhe Especial para o Mar de Longa Duração, durante o serviço no Passadiço e no Compartimento de Ensino à Navegação, pois tiveram a oportunidade de assimilar relevantes aspectos envolvidos na navegação em águas restritas.

Navio-Escola “Brasil” apresenta mostra de Artesanato durante a 28ª Viagem de Instrução de Guardas-Marinha

O Navio-Escola “Brasil” apresentou sua mostra itinerante do artesanato brasileiro, durante a 28ª Viagem de Instrução de Guardas-Marinha, fruto do Acordo de Cooperação firmado entre a Marinha do Brasil e a Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República.

Os artigos artesanais disponibilizados são expostos em todos os portos visitados pelo navio, durante as recepções protocolares oferecidas aos convidados das Embaixadas, Adidâncias e Distritos Navais, bem como nas visitações públicas. Até o momento, a mostra já passou por 11 portos em 10 países e ficou exposta para um público aproximado de 3.600 visitantes.

Esses visitantes, além de conhecerem um pouco da cultura e habilidade dos artesãos brasileiros, por meio da mostra, também têm disponíveis catálogos contendo fotos das principais peças do mostruário e os contatos de seus respectivos autores, possibilitando a aquisição desses artigos. A mostra ainda passará por mais 7 portos em 6 países, com destaque para os portos de Hamburgo (Alemanha), Baltimore e Miami (EUA), que tradicionalmente recebem elevado número de visitantes.

A viagem tem como finalidade prover instrução prática aos Guardas-Marinha nas áreas de navegação; armamento; comunicações; eletrônica; máquinas; operações; embarque e carregamento; e administração naval, com o intuito de prepará-los para o exercício das funções de um segundo-tenente a bordo dos navios de nossa Marinha, em organizações militares em terra ou em unidades de fuzileiros navais. No exterior, o navio também tem como tarefa realizar ação de presença e estreitar laços de amizade com os países visitados e Marinhas amigas.