09 de Maio, 2014 - 20:50 ( Brasília )

Navio russo cruza Canal da Mancha seguido de navio britânico

A atividade, que não costuma ser incomum na região, chama a atenção por conta do momento de forte tensão entre Rússia e Ocidente

O navio russo com propulsão nuclear, Admiral Kuznetsov, cruzou o Canal da Mancha, escoltado por um navio de guerra britânico, na noite da última quinta-feira, 8. A informação é do Daily Mail.

Embora o navio não tenha entrado nas águas do Reino Unido, seus movimentos foram monitorados pelo destróier HMS Dragon, um dos navios de guerra mais avançados da marinha real britânica.

O navio russo estaria voltando para o Báltico após exercícios no Mediterrâneo. 

A manobra militar aconteceu no mesmo dia que o presidente russo, Vladimir Putin, supervisionou o lançamento de testes nuclerares na Rússia. Três mísseis balísticos intercontinentais foram lançados de locais remotos no leste do país, durante o as que Forças Armadas chamaram de teste de retaliação no caso de a Rússia ou seus aliados serem atacados. 

Não é incomum navios de guerra russos passarem pela região, mas o fato chama a atenção por conta do momento da forte tensão entre Rússia e Ocidente causada pela crise ucraniana.  

O secretário de Defesa britânico, Philip Hammond, ressaltou que houve um ressurgimento da atividade aérea militar russa nos últimos anos: " A Rússia é uma potência militar muito significativa e isso é algo que muitas vezes parece ser esquecido".

A crise na Ucrânia começou em novembro 2013, após o então presidente ucraniano, Viktor Yanukovych, recusar um acordo que aprofundaria as relações do país com a União Europeia, e se intensificou com a anexação da Crimeia à Rússia após a realização de um referendo em 16 de março.