13 de Janeiro, 2014 - 15:30 ( Brasília )

Almirante Carlos Augusto assume o Estado-Maior da Armada (EMA)


Em cerimônia realizada no Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, o almirante Carlos Augusto de Sousa assumiu o cargo de chefe do Estado-Maior da Armada (EMA). Carlos Augusto substitui o almirante Eduardo Monteiro Lopes, indicado para representante permanente do Brasil junto à Organização Marítima Internacional, com sede em Londres, no Reino Unido.

No discurso, o novo chefe do EMA colocou-se à disposição dos chefes dos Estados-Maiores do Exército e da Aeronáutica para que possam dar continuidade ao modelo de interoperabilidade das Forças Armadas. O almirante destacou também o propósito de termos uma Força Naval moderna e equilibrada e que esteja em sintonia com os anseios da sociedade brasileira.

A solenidade transcorreu com a participação do ministro da Defesa, Celso Amorim, de quem Carlos Augusto era subordinado até então. O almirante era titular da Chefia de Assuntos Estratégicos (CAE) do ministério. Em novembro do ano passado, por designação da presidenta Dilma Rousseff, ele foi nomeado para o EMA.

Transmissão de cargo

A transmissão de cargo ocorreu no pátio principal do Grupamento dos Fuzileiros Navais. O evento teve início com a chegada do ministro Amorim que, após ser recepcionado pelo comandante da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto, passou em revista à tropa. Postado num dispositivo no centro do pátio, juntamente com os oficiais graduados da Marinha, Amorim assistiu o ato de passagem de comando.

Após a execução do Hino Nacional brasileiro, se procedeu a leitura do ato da presidenta Dilma que nomeou o almirante Carlos Augusto. Em seguida foi feito relato da gestão do almirante Monteiro Lopes que concluiu com discurso em agradecimento. O locutor do evento deu destaque para os 46 anos que Monteiro Lopes vem se dedicando à Força Naval.

A cerimônia foi encerrada com o desfile das tropas dos Fuzileiros em homenagem ao chefe do EMA. A transmissão de cargo contou com a participação do ministro do Gabinete da Segurança Institucional (GSI), general José Elito de Siqueira; do comandante do Exército, general Enzo Martins Peri; além de oficiais-generais e adidos militares e representantes de governos estrangeiros.

Atribuições do EMA

O EMA é o setor de direção geral da Marinha, tendo como missão o assessoramento ao comandante da Marinha na direção da Força Naval e no desempenho de suas atribuições no Conselho Militar de Defesa e no Conselho de Defesa Nacional.

O Estado-Maior possui diversas tarefas cabendo ressaltar as seguintes: elaborar a doutrina, a política e o planejamento estratégico da Marinha; controlar e coordenar a Política Marítima Nacional (PMN); planejar a logística naval e supervisionar sua execução; planejar a mobilização marítima; coordenar e controlar a participação da Marinha em grupos de trabalhos no âmbito do Ministério da Defesa e interministeriais ou de interesse governamental; e assessorar o Comandante da Marinha no tocante às atribuições da Autoridade Marítima.